Desempenho do frango (vivo e abatido) na 16ª semana de 2019

Frango

Desempenho do frango (vivo e abatido) na 16ª semana de 2019

Frango vivo negociado no interior paulista passou pela 16ª semana de 2019
Por:
30 acessos

Ao contrário do ocorrido nas duas semanas anteriores, o frango vivo negociado no interior paulista passou pela 16ª semana de 2019 (14 a 20 de abril, cinco dias de negócios) sem experimentar reajustes: sua cotação, durante todo o período, permaneceu inalterada nos mesmos R$3,60/kg alcançados em 13 de abril.

Desta vez, porém, quanta diferença em relação a outros momentos de estabilidade. Pois esse valor corresponde à melhor cotação nominal alcançada pelo frango vivo em todos os tempos. Diferença, também, em relação ao momento do mercado. Pois há muito tempo não se via o frango vivo chegar à semana final do período de Quaresma tendo pelo frente um mercado absolutamente ajustado e firme.

Transcorridos os dois primeiros decêndios de abril, o frango vivo alcança valor médio de R$3,53/kg, resultado que corresponde a uma valorização mensal de 9,29% e a um ganho anual de 60,45%.

A mesma firmeza observada com o frango vivo se estendeu ao frango abatido. Que, após breve alta no início do mês, entrou em período de relativa estabilidade, rompida nos últimos dias da semana passada (neste caso, com apenas quatro dias de negócios, devido ao feriado da sexta-feira Santa), quando novas altas foram registradas.

Embora negociado, na quinta-feira, por valores entre R$4,40/4,50/kg, o frango abatido alcança, no mês, valor médio de R$4,39/kg, desempenho que representa incrementos de 5,02% e 68,20% sobre, respectivamente, o mês anterior e o mesmo mês de 2018.

Faltando agora apenas nove dias para o encerramento do mês, a fase de altas está, teoricamente, encerrada. Mas ainda que os preços do frango abatido venham a sofrer retrocesso (a esta altura do mês o consumidor se encontra financeiramente exaurido), é pouco provável que o movimento de baixa venha a atingir a ave viva, pois a oferta do produto permanece restrita.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink