Desempenho do frango (vivo e abatido) na 5ª semana de 2020

DESEMPENHO

Desempenho do frango (vivo e abatido) na 5ª semana de 2020

Período e o mês foram encerrados com um preço médio cerca de 3% menor que o de um ano atrás
Por:
22 acessos

Tanto o frango vivo como o frango abatido passaram pela 5ª semana de 2020 (última semana de janeiro) com queda de preço em relação à semana anterior.

O maior retrocesso recaiu sobre o frango abatido, cujo preço médio na semana (base: produto abatido comercializado no Grande Atacado da cidade de São Paulo) recuou perto de 7,5% em relação à semana anterior. Em consequência, o período e o mês foram encerrados com um preço médio cerca de 3% menor que o de um ano atrás.

Quanto ao frango vivo, o produto comercializado no interior paulista sofreu no início da semana uma queda de preço de pouco mais de 3% ou 10 centavos a menos. Isso ocorreu após 11 exatas semanas de estabilidade da cotação em R$3,20/kg e não alterou os níveis de absorção do produto.

Em outras palavras, as ofertas continuaram excedendo a demanda, restrita na medida em que os frigoríficos – no intuito de minimizar a perda de preço do frango abatido – não só reduzem suas compras no mercado independente, como também despejam nele parte da produção de aves vivas que superam suas necessidades de momento.

Como resultado, a nova cotação continua, simplesmente, como um valor referencial, pois persistem os negócios a preços menores.

A expectativa agora é a de que, com a chegada de novo mês, os preços do frango abatido entrem em um processo de reversão. Como, aliás, ocorreu um ano atrás, atingindo também o frango vivo. Mas, nas circunstâncias presentes, são escassas as chances de reversão de preços também da ave viva.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink