Desempenho do suíno, na granja, na 3ª semana de 2022
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Desempenho do suíno, na granja, na 3ª semana de 2022

O mercado suíno manteve o ambiente de fragilidade e os preços foram impactados negativamente logo na abertura da semana
Por:

No decorrer da semana passada (3ª semana de 2022, 16 a 22 de janeiro) o mercado suíno manteve o ambiente de fragilidade e os preços foram impactados negativamente logo na abertura da semana. Com isso, o preço médio semanal caiu para R$102,50, significando retrocessos de 4,6% e 21,6% sobre a cotação média da semana imediatamente anterior e do mesmo período do ano passado, respectivamente.

No acumulado de janeiro, a cotação média alcança R$108,17, significando índices negativos de 15,4% em relação à dezembro último e de 19,5% sobre janeiro do ano passado.

A semana atual (4ª semana de 2022, 23 a 29 de janeiro) tende a apresentar um mercado ainda mais fragilizado pelo excesso de mercadoria em todos os elos da cadeia de comercialização. Os preços devem seguir fragilizados e podem ser afetados negativamente dependendo das necessidades dos suinocultores em dar vazão à sua mercadoria. No mesmo período do ano passado a comercialização apresentou novo retrocesso.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.