Carnes

Desempenho externo das carnes na 4ª semana de novembro

Os produtos apresentaram uma redução de 2% em relação ao mês anterior e aumento de 14,5% sobre novembro de 2016
Por:
140 acessos

Considerada a média diária da receita cambial, as carnes tiveram, na semana que passou, a quarta de novembro, o pior resultado do mês. Isso, claro, afetou a receita acumulada no período (16 dias úteis, de um total de 20 dias úteis) que, ainda pela média diária, apresenta redução de 2% em relação ao mês anterior e aumento de 14,5% sobre novembro de 2016.

As exportações de carne suína tendem a ficar em torno de 47,5 mil toneladas, as de carne bovina em torno de 116 mil toneladas e as de carne de frango em torno das 295 mil toneladas.

Se confirmados, esses volumes significarão:

- Para a carne suína: redução de, praticamente, 3% sobre o mês anterior e de cerca de 25% sobre novembro de 2016;

- Para a carne bovina: redução de 2,5% sobre outubro passado e aumento de quase 50% sobre o mesmo mês de 2016 (ocasião em que foi registrado o menor volume do ano que passou);

- Para a carne de frango: redução da ordem de 12% sobre outubro passado e aumento de mais de 8% sobre novembro de 2016.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink