Desmatamento na Amazônia cresce 13,7%, diz Inpe
CI
Imagem: Arquivo
DEZEMBRO

Desmatamento na Amazônia cresce 13,7%, diz Inpe

Os alertas de desmatamento na Amazônia somaram 216 quilômetros quadrados
Por:

O desmatamento na Amazônia aumentou 13,7% em dezembro de 2020 na comparação com o mesmo mês de 2019, mostraram dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que também apontaram que 2020 foi o segundo ano com maior área desmatada desde que o Inpe adotou uma nova versão do sistema Deter para monitorar os alertas de desmatamento.

De acordo com os dados do Inpe, os alertas de desmatamento na Amazônia somaram 216 quilômetros quadrados, contra os 190 quilômetros quadrados de dezembro de 2019. Para todo o ano de 2020, a área desmatada apontada pelo Deter foi de 8.426 quilômetros quadrados, uma queda de 8,2% em relação a 2019, mas ainda 70,2% maior do que em 2018.

O dado significa que os dois primeiros anos do governo do presidente Jair Bolsonaro, um defensor da exploração econômica da Amazônia —como legalização do garimpo, por exemplo— detêm os dois maiores registros de desmatamento da série histórica da nova versão do sistema do Deter.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink