Devon faz avaliação de carcaças por ultrassonografia
CI
Imagem: divulgação / ABCDB
PECUÁRIA

Devon faz avaliação de carcaças por ultrassonografia

Exames são realizados em animais nascidos em 2019 em cabanhas de SC
Por: -Eliza Maliszewski

Pelo segundo ano consecutivo, a Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon (ABCDB) promove avaliações de carcaça por ultrassom em animais avaliados pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (PROMEBO). Os exames, em machos e fêmeas da geração 2019, são realizados pelo professor Jaime Tarouco, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 11 criatórios, sendo quatro de Santa Catarina e outros sete do Rio Grande do Sul.

“O Programa de Fomento à Ultrassonografia de Carcaça é um incentivo aos associados, aprimorando o trabalho de melhoramento contínuo do rebanho Devon. Essas avaliações visam a produção de carne com maior rendimento e mais qualidade, atendendo à demanda do mercado de carnes premium. A ABCDB está atenta, todos os associados podem participar”, afirma a presidente da entidade, Simone Bianchini.

Jaime Tarouco explica que o exame é um instrumento importante na seleção de exemplares. “A avaliação de ultrassom busca por animais superiores, em mérito genético de carcaça e qualidade de carne. É uma sintonia fina nos dados de composição corporal e carcaça”, detalha o zootecnista. Todos os dados são enviados à Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), coordenadora do Promebo, para a geração de Diferença Esperada na Progênie (DEP).

Para o diretor técnico da ABCDB, Lucas Hax, as DEPs possibilitam a identificação desses animais superiores. “As informações destacam os exemplares com maior potencial de gerar produtos com maior rendimento de carne na desossa, maior facilidade de acabamento e melhor qualidade de carne. Além disso, é gerado o índice bioeconômico de carcaça da raça Devon, que vai monetizar o efeito melhorador desses animais nos novilhos. Esse índice é importante porque torna mais claro o retorno financeiro do ganho genético que o reprodutor agrega à sua progênie”, explica.

Os animais avaliados são da Cabanha Gralha Azul, de Fraiburgo, Cabanha Colina, de São José do Cerrito, Fazenda Santa Maria e Cabanha São Luiz, de Lages, todas de Santa Catarina. Entre os criatórios gaúchos, estão a Fazenda Palmeira, de Camaquã, Fazenda São Valentin, de Nova Prata, Estância da Pedreira, de Dom Pedrito, Cabanha Santa Alice, de Santa Maria, Cabanha Saudade, de São Gabriel e Cabanha Santa Lucia, de André da Rocha.

*informações da assessoria de imprensa


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.