Dia de Campo apresenta compostagem de dejetos suínos

Agronegócio

Dia de Campo apresenta compostagem de dejetos suínos

Emater/RS-Ascar e a Prefeitura de Protásio Alves realizaram um Dia de Campo sobre um sistema de compostagem de dejetos de suíno.
Por:
376 acessos

Na última sexta-feira (02/09), a Emater/RS-Ascar e a Prefeitura de Protásio Alves, através do Departamento de Meio Ambiente, realizaram um Dia de Campo com os produtores de suínos do município, na granja de Marchetto Stella, que possui um sistema de compostagem de dejetos de suínos. Participaram 24 produtores, que receberam informações sobre a quantidade de suínos no município, a geração de dejetos e os cuidados com o meio ambiente.

"O impacto ambiental causado pelo manejo inadequado dos dejetos líquidos de suínos têm causado severos danos ao meio ambiente. Pensando no meio em que vivemos e no bem estar da população, é preciso encontrar sistemas de produção que tenham menor impacto negativo", afirma o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, João Cardoso. Ele explica que o sistema de tratamento de dejetos em compostagem apresentado difere do sistema mais usual no município - esterqueiras, que por ser um sistema aeróbico (ocorre na presença de oxigênio) tem a necessidade de utilização de serragem (subproduto da atividade das serrarias) e de revolvimento do esterco, misturando-o com a serragem. "As bactérias e microrganismos que degradam a matéria orgânica através de uma fermentação aeróbica provocam o aumento da temperatura, chegando a 70 graus, ocasionando a evaporação da água presente nos dejetos suínos e concentrando nutrientes no processo de compostagem, que causam odor desagradável e têm alto potencial poluidor de águas superficiais e subsuperficiais", salienta.

Já na compostagem, modelo desenvolvido pela Embrapa Suínos e Aves, não é produzido metano nem outros gases, bem como é eliminado todo e qualquer odor, evitando a proliferação de moscas e mosquitos. Este sistema é considerado como uma tecnologia limpa, pois transforma os resíduos dos dejetos de suínos em um novo produto: adubo orgânico para ser utilizado nas mais diversas culturas, agregando valor econômico.

"Além disso, o modelo de manejo dos dejetos apresentado diminui custo de transporte na aplicação nas lavouras, depreciação de equipamentos, entre outros, visto que ocorre concentração no processo de compostagem", ressalta Cardoso.

No Dia de Campo os produtores também tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre o sistema demonstrado, investimento realizado e a expectativa de resultado com a venda do composto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink