Dia de Campo da Famato/Senar traz novidades tecnológicas para produtores

Agronegócio

Dia de Campo da Famato/Senar traz novidades tecnológicas para produtores

Durante o evento serão realizadas três palestras
Por: -Janice
986 acessos
No dia 17 de junho os produtores de Mato Grosso conhecerão, na prática, como produzir mais em apenas um hectare. Este é o tema do Dia de Campo que ocorrerá na estância Ana Sophia, em Cuiabá. O evento, promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), tem o objetivo de mostrar exemplos bem-sucedidos de propriedades rurais que utilizam tecnologia e soluções alternativas para produzir com qualidade e sustentabilidade.

Durante o evento serão realizadas três palestras com os temas: melhoria dos índices zootécnicos (boi de ciclo curto), adubação de pastagens e sistemas silvi-pastoris. O presidente do Sistema Famato, Rui Prado, afirma que o Dia de Campo será produtivo para aqueles que desejam implantar tecnologias rentáveis no campo. “A busca por novas tecnologias é fundamental na produção em Mato Grosso. É por meio delas que o produtor consegue produzir mais em pouco espaço e, com isso, melhorar a rentabilidade. Neste evento os participantes saberão, em tempo real, como reduzir os custos de produção e aumentar a produtividade”.

O proprietário da estância Anna Sophia, Arno Schneider, falará sobre os sistemas silvi-pastoris. A técnica combina plantio de árvores com pastagem e gado produzidos numa mesma área e manejados de forma integrada para incrementar a produtividade por unidade de área. “É possível duplicar ou triplicar a produtividade e o lucro por hectare explorando na pecuária técnicas já disponíveis, de fácil utilização e algumas com baixo ou nenhum custo adicional. Um exemplo é o consórcio de espécies florestais ou frutíferas com pastagens que tem o objetivo de adicionar renda na propriedade sem prejuízo da atividade agropecuária. Essa técnica viabiliza a adubação e beneficia simultaneamente as duas culturas”, exemplifica Schneider.

Para falar sobre a melhoria dos índices zootécnicos (boi de ciclo curto) e adubação de pastagens, o convidado será o zootecnista pela FAZU (Faculdades Associadas de Uberaba), Adilson de Paula Almeida Aguiar. “Na palestra sobre adubação de pastagem apresentarei as etapas de um programa de manejo de fertilidade de solos sob pastagens e os procedimentos padrões em cada etapa. Com relação a outra palestra, o objetivo é apresentar o cenário atual e futuro que impulsionará cada vez mais à busca do boi de ciclo curto pelos pecuaristas”.
O Dia de Campo também conta com o apoio da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). O presidente da associação, José João Bernardes, ressalta a importância do evento para os pecuaristas: “O Dia de Campo é importantíssimo para o pecuarista, pois ele tem a possibilidade de conhecer a tecnologia e visualizar, ao mesmo tempo, os resultados de sua aplicação”.

O evento é gratuito, mas as inscrições são limitadas. A partir desta semana a Famato disponibilizará o acesso às inscrições pela internet. Podem participar produtores rurais, pesquisadores, técnicos, acadêmicos, empresários, lideranças do agronegócio e jornalistas.

A Famato é a entidade que reúne e representa os sindicatos rurais de todo o Estado. Sua estrutura administrativa também inclui o Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) e o Senar-MT. Esse conjunto de entidades forma o Sistema Famato.

O QUE: Dia de Campo Famato/Senar
QUANDO: 17 de junho, das 7h30 às 13h
ONDE: Estância Ana Sophia (Baixada Cuiabana, 50 km de Cuiabá, saída para São Vicente)

As informações são da assessoria de imprensa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink