Dia de campo em São Borja (RS) debate culturas de verão

Agronegócio

Dia de campo em São Borja (RS) debate culturas de verão

Pesquisadores, extensionistas, estudantes e produtores se reúnem hoje, em São Borja (RS), para tratar de culturas de verão
Por:
3 acessos

Pesquisadores, extensionistas, estudantes e produtores rurais se reúnem hoje (16-03) em mais um dia-de-campo da Fepagro Cereais, centro da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária em São Borja, no Rio Grande do Sul. O tema abordado no encontro serão as culturas de verão. O início das atividades será às 13h, no centro de pesquisa, que fica na BR 287, Distrito de Rincão das Pontes. As inscrições são gratuitas.

A programação está organizada em duas etapas. A primeira é formada por palestras e a segunda é a visitação ao campo. Após a abertura oficial, que contará com as participações do secretario da Ciência e Tecnologia, Kalil Sehbe Neto, e do diretor-presidente da Fepagro, Carlos Cardinal, as apresentações começarão com um relato sobre a importância do uso das informações agrometeorológicas no setor primário feito pelo pesquisador Ronaldo Matzenauer. O segundo convidado é o presidente da Federarroz, Valter Pötter, que irá discorrer sobre as ações da entidade e, em seguida, o agrônomo Flavio Gassen, da Cooplantio, falará sobre prospecções da economia e mercado do arroz.

Já, a visitação ao campo deverá começar com a inauguração oficial da estação agrometeorológica automatizada, em funcionamento desde o final do ano passado. Depois, os participantes vão conhecer duas estações. Na parada inicial serão demonstrados os resultados preliminares de um estudo sobre os efeitos de irrigação na soja. O trabalho será explicado pelo pesquisador Nídio Antônio Barni, que coordena o projeto.

Segundo o agrônomo Ricardo Lima de Castro, responsável pela execução dos experimentos em São Borja, as análises vêm demonstrando potencial na região. A utilização da técnica pode aumentar o rendimento médio em até 20 sacos por hectare. O estudo avalia ainda o impacto de outros tipos de tratamento com diferentes níveis de tecnologia, incluindo a produção de soja orgânica, ou seja, sem uso de adubação química.

Encerrando as atividades do dia-de-campo, a última parada terá a pesquisadora do Irga Mara Lopes, mostrando os estudo que está sendo desenvolvido numa parceria do instituto com a Fepagro para a produção de novos cultivares de arroz. O empreendimento vem testando há três anos várias linhagens e algumas são consideradas pelos técnicos como promissoras.

O dia-de-campo tem patrocínio das cooperativas Imembuy, Tritícola Samborjense (Cotrisal), Banco do Brasil, Redemaq/ Massey Fergusson, Planasq, Focking, Bayer e apoio da Emater/RS, Sindicato Rural e Prefeitura de São Borja.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (55) 431.2666.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink