Agronegócio

Diante "crise" Taques pede apoio do setor produtivo de Mato Grosso

O governador pediu apoio ao setor produtivo de Mato Grosso na busca de soluções para enfrentar a crise econômica que atinge o Brasil e está refletindo no estado.
Por:
533 acessos

O governador Pedro Taques pediu apoio nesta semana ao setor produtivo de Mato Grosso na busca de soluções para enfrentar a crise econômica que atinge o Brasil e está refletindo em Mato Grosso. Durante reunião uma proposta do que pode ser realizado foi apresentado pelo chefe do Poder Executivo de Mato Grosso a representantes de entidades e de federações.

A reunião entre Taques e o setor produtivo ocorreu na tarde de quinta-feira, 02 de junho. Este foi primeiro encontro.

Segundo o Governo de Mato Grosso, Taques pediu apoio de entidades e federações para, em conjunto, buscarem soluções que contribuam com a melhora da situação atual pela qual o Estado passa.

Na ocasião, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, declarou que o setor produtivo irá participar do projeto apresentado. Prado destacou ainda que o momento pelo qual o país passa é difícil e que "Mato Grosso tem problemas enormes". 

"Logicamente queremos que este projeto seja revertido em novos investimentos para fomentar a economia. Esta foi a primeira reunião, estamos discutindo qual a forma será adotada, mas as associações e federações entendem a importância da contribuição", disse Rui Prado durante a reunião, frisando que o setor já ouviu o posicionamento dos produtores em encontros e reuniões realizadas no interior do Estado.

O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), José Bernardes, lembrou que o setor agropecuário já participou do processo de construção do novo Fethab e afirmou que novamente os produtores irão contribuir com o novo processo. Afirmando, ainda, que o setor acredita no Governo, Bernardes pontuou que "estamos dispostos a fazer essa contribuição e esse sacrifício para que Mato Grosso consiga avançar e nós saiamos o mais rápido possível deste processo de crise. Nossa expectativa é que parte da aplicação desses recursos possa ser direcionada para investimentos".

Presente na reunião, o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Gustavo Piccoli, destacou que "Junto com o Governo vamos achar uma saída para esta situação”. 

A reunião contou ainda com a participação do vice-governador Carlos Fávaro, do secretário de Infraestrutura, Marcelo Duarte, bem como de representantes das Associações dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) e os Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat). Também participaram representantes da Federação Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt) e do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink