Dieta inovadora aumenta rentabilidade na produção de ovinos

Agronegócio

Dieta inovadora aumenta rentabilidade na produção de ovinos

Prática viabiliza criação desde pequenas até grandes propriedades
Por: -Joana
2634 acessos
Já conhecida na criação de bovinos, o confinamento sem volumoso agora chega aos ovinos como alternativa para ganho rápido e qualidade para produtores. Alinhada com as necessidades do mercado, a Presence inova mais uma vez no segmento de nutrição animal e traz a dieta do grão inteiro para ovinos.

Em experiência promovida por quarenta dias na Fazenda Tangará, no município de Botucatu (SP), o ganho de peso médio foi de cerca de 300g/animal/dia, tendo animais atingindo até 500 gramas por dia. “Podemos falar em dois ganhos principais: os animais estão ganhando peso em curto prazo, assegurando a produtividade. E os custos, em função da exigência de pouca mão-de-obra, são reduzidos de maneira considerável”, afirma o médico veterinário da fazenda, Dr. Marcelo de Oliveira Caron e Silva, complementando que. “outras vantagens da dieta são o melhor aproveitamento da carcaça, diminuição de problemas respiratórios nos animais, já que o trato não é em pó, aumento do score corporal do animal, trato mais rápido e diminuição no consumo de energia elétrica”.
A dieta consiste basicamente em um mistura de 15% de concentrado Confipeso Alto Grão, fonte de proteína, aditivos de segurança do rúmen e promotores de crescimento e 85% de milho grão inteiro. Ofertada em quantidade de 2% a 3% do peso vivo do animal. O milho é a fonte de energia e faz um papel mecânico de estímulo à motilidade do rúmen – daí a necessidade de utilização do milho inteiro. O Confipeso Alto Grão é peletizado para permitir a correta mistura ao grão do milho.

Os benefícios da dieta proposta pela Presence são conquistados através de uma dieta mais energética e sem necessidade de produção e utilização de volumosos. “Como trabalhamos com uma dieta rica em ingrediente energético, como o milho, os animais consomem pequena quantidade de alimento por dia, reduzindo a área de cocho necessário para confinar”, aponta Emerson Botelho, gerente de produtos de ruminantes da Presence.
A dieta da Presence não requer volumoso, o produtor não tem a necessidade de planejar sua produção ou compra. “É uma vantagem e tanto, já que os pequenos podem não ter área suficiente para a produção local do volumoso e os grandes têm que arcar com grandes custos de produção com mão-de-obra e maquinário específicos”, completa Botelho.

Para a Fazenda Tangará, a dieta foi elabora em uma parceria dos profissionais da revenda Casa da Terra exclusiva da Presence em Botucatu e a equipe Presence formada por Danilo Temocoldi e Emerson Botelho.
Adaptação

Para alterar o formato do confinamento, é preciso que os animais passem por um período de adaptação, para adaptar o rúmen a nova dieta. É fundamental que todos já estejam acostumados a comer em cochos, para garantir maior rapidez no consumo da dieta. A partir de resultados obtidos em estudos de campo, a Presence sugere duas técnicas para adaptação – em piquetes ou partes do pasto cercado ou dentro dos currais de confinamento.

As informações são da assessoria de imprensa da Presence Nutrição Animal e da Evialis.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink