Dilma na FAO: "É fundamental acabar com a fome”
CI
Agronegócio

Dilma na FAO: "É fundamental acabar com a fome”

Presidenta Dilma Rousseff reuniu-se com José Graziano da Silva
Por:
A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, e o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, discutiram estratégias de luta contra a fome e a pobreza, incluindo as pioneiras “tecnologias sociais” impulsionadas pelo Brasil, durante reunião na sede da FAO em Roma.
 
“É fundamental acabar com a fome”, afirmou a presidenta Dilma destacando três aspectos essenciais do programa brasileiro de luta contra a fome.
 
Fazer um mapa preciso da fome é fundamental para que os executores de políticas saibam quem são “os pobres e famintos invisíveis”, disse a presidenta.
 
Outro aspecto crucial são os programas de transferências condicionadas de renda – por meio de cartões de debito, vales ou outros instrumentos – assegurando-se que o dinheiro chegue aos beneficiários diretamente, sem passar por intermediários.
 
Um terceiro requisito essencial é que as mulheres sejam as destinatárias destas transferências, concordaram a presidenta Dilma Rousseff e Graziano da Silva.
 
Alimentação Escolar
 
Analisando outras iniciativas brasileiras, a presidenta Dilma mencionou o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) de seu país, que compra a produção agrícola da agricultura familiar e a entrega aos setores mais vulneráveis, como crianças e jovens, por meio do Programa de Alimentação Escolar. Este programa é um dos pilares da estratégia Fome Zero do Brasil.
 
Brasil, junto com a FAO e o Programa Mundial de Alimentos, está apoiando com financiamento e experiência técnica cinco países africanos para que repliquem o programa e, também, o exportem a outros países da América Latina.
 
Graziano da Silva disse que as iniciativas de tecnologia social do Brasil poderiam servir como modelo a outros países na luta contra a fome. O diretor-geral disse que o Brasil e a FAO poderiam trabalhar juntos para ajudar a introduzir estas técnicas em outras partes do mundo.
 
Objetivos do Milênio
 
“Acabar com a fome e a pobreza é o primeiro passo para alcançar os outros Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, tais como a universalização da educação primária e a sustentabilidade do meio ambiente”, enfatizou Graziano da Silva. Além disso, destacou a importância de somar o setor privado e a sociedade civil neste propósito para garantir o êxito.
 
Graziano da Silva elogiou a decisão do Brasil de eliminar os impostos de uma série de alimentos essenciais, dizendo que é “uma boa ideia que beneficiará as famílias pobres”.
 
O diretor-geral da FAO e a presidenta do Brasil também discutiram possíveis ações de cooperação para combater o desmatamento.
 
Sobre a importância de contar com mapas precisos da fome, Graziano da Silva destacou o projeto impulsionado pela FAO denominado “Vozes da Fome”, que oferece uma nova forma, mais rápida e precisa de medir a fome e a insegurança alimentar no mundo, e que será testado como um piloto em uma série de países.
 
A presidenta Dilma Rousseff esteve acompanhada pelos ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, chefe da Secretaria Geral da Presidência da Republica, Gilberto Carvalho; da Educação, Aloízio Mercadante; e chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Helena Chagas. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.