Dinapec apresenta variedades de mandioca adaptadas para cultivo no MS

Mandioca

Dinapec apresenta variedades de mandioca adaptadas para cultivo no MS

Os visitantes do evento podem ver em campo duas cultivares de mandioca de mesa ideal para cultivo no MS
Por:
64 acessos

A Dinâmica Agropecuária - Dinapec, que acontece de 20 a 22 de fevereiro, na vitrine tecnológica da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, também é uma oportunidade dos produtores conhecerem as mais novas e modernas cultivares de mesa e industrial, com alto rendimento em campo, livres de doenças, alto valor nutritivo, rápido cozimento e grande valor de mercado. 

Presente no evento, a Embrapa Agropecuária Oeste está apresentando diferentes cultivares de mandioca na vitrine tecnológica do evento. Os visitantes do evento podem ver em campo duas cultivares de mandioca de mesa: BRS 399 e BRS 396 e uma cultivar de mandioca para a indústria, ideal para cultivo no Mato Grosso do Sul: BRS CS 01. 

O Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia, Auro Akio Osubo, explica que essas cultivares de mandioca de mesa são precoces e tolerantes as doenças. Além disso, possuem alto teor de carotenos, que as tornam com coloração mais amarelada e ricas em vitamina A. “Essas cultivares tem porte avantajado, excelente para a formação de ramas que servem como material de plantio e com arquitetura que favorece o fechamento rápido, reduzindo os tratos culturais”, explica ele.

Otsubo destaca que a maior demanda do mercado produtor de Campo Grande e região é a mandioca de mesa e acrescenta: “A capital responde pela produção de 20% de toda a mandioca consumida na própria capital. As demais são fornecidas pelas cidades vizinhas, principalmente pelas cidades vizinhas e por outros Estados”, destaca Otsubo.

Na Dinapec, os interessados também podem participar do “Curso de Sistema de Produção de Mandioca”. Nesse capacitação, ministrado por Otsubo, os produtores vão conhecer aspectos relacionados ao preparo do solo, plantio e colheita, entre outras informações.

Outras tecnologias – Além das variedades de mandioca, os produtores rurais também poderão conhecer detalhes e esclarecer dúvidas com pesquisadores e técnicos da Embrapa sobre diferentes opções de consórcios para rotação de culturas em Integração-Lavoura-Pecuária (ILP).

As opções de consórcio que estão instaladas na vitrine tecnológica da Dinapec são: consórcio milho com braquiária, consórcio crotalária com braquiária e consórcio de braquiária com feijão-caupi. “São opções voltadas para solos degradados, arenosos e com baixo índice de produtividade, soluções que contribuem com o controle de nematoides em áreas cultivadas com soja”, explica o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Claudio Lazzarotto. 

O pesquisador destaca ainda que o uso do sistema consorciado contribuí com aumento de produtividade e com alto valor nutritivo de biomassa, possibilitando aporte de nitrogênio, além de descompactar o solo. E salienta que o uso consorciado de pastagem com leguminosas, como o feijão-caupi, é indicado para solos de textura média e argilosa na região de Cerrado. “Esse tipo de consórcio é fácil de ser implantado, demanda sementes acessíveis e com um custo bom para o produtor rural”, conclui ele.
 
Dinapec - O evento, que é uma realização da Embrapa e Sistema Famasul, terá como tema as “Soluções para o Agro Sutentável”. Confira a programação completa e outras informações no endereço www.dinapec.com/2019.

Serviço:
Dinâmica Agropecuária - Dinapec
Data: 20 a 22 de fevereiro de 2019
Local: Embrapa Gado de Corte, Campo Grande/MS (avenida Rádio Maia, 830, zona rural).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink