Doações do Agro Fraterno se espalham pelo Brasil
CI
Imagem: Pixabay
DOAÇÃO

Doações do Agro Fraterno se espalham pelo Brasil

O espírito de solidariedade do projeto Agro Fraterno mobiliza pessoas e instituições de norte a sul do Brasil para ajudar famílias impactadas pela pandemia
Por:

O espírito de solidariedade do projeto Agro Fraterno mobiliza pessoas e instituições de norte a sul do Brasil para ajudar famílias impactadas pela pandemia. Em um balanço parcial até o início de setembro, o site do Agro Fraterno registrava as doações de 217,8 toneladas de alimentos, mais de 64,9 mil cestas de alimentos, além de doações em dinheiro, em mais de cem cidades de 18 estados e no Distrito Federal.

O Agro Fraterno é um movimento apoiado pela ministra Tereza Cristina (Agricultura) e liderado pelo Sistema CNA/Senar, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e pelas entidades do Instituto Pensar Agro (Ipa).

Para participar do Agro Fraterno é simples. Produtores rurais, cooperativas, entidades, empresas, associações e sindicatos rurais podem doar alimentos, cestas ou dinheiro diretamente para as instituições ou pessoas carentes e depois registrar a ação no site http://www.agrofraterno.com.br/

As ações tiveram início em junho com a doação de 5 mil cestas de alimentos pelo Sistema CNA/Senar à população de cinco municípios do entorno de Brasília.

Desde então, as ações do Agro Fraterno já alcançaram famílias carentes e instituições que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social no Amapá, Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo, além do Distrito Federal.

Confira abaixo algumas doações registradas

Uma das doações do Senar/RN chegou ao município de Barcelona por meio de 150 cestas de alimentos entregues com o apoio do sindicato de produtores rurais.

Na Bahia, o Sistema Faeb/Senar-BA começou a doação de 400 toneladas de alimentos para ajudar mais de 27 mil famílias da zona rural do estado.

As comissões de jovens lideranças do agro de Goiás também estão engajadas na ação. Um dos exemplos é o grupo Faeg Jovem de Guapó que doou 60 quilos de alimentos ao lar de idosos do município.

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) registrou a doação de 2.244 cestas de alimentos em nove estados.

Em uma das doações do Senar/ES foram entregues 46 cestas básicas para as famílias do distrito de Floresta do Sul, no município de Pedro Canário.

No Amazonas, a comunidade de agricultores da ilha do Baixio, localizada no município de Iranduba receberam do Sistema Faea/Senar-AM 169 cestas de alimentos que chegaram via barco.

A corrente solidária do Agro Fraterno também beneficia famílias carentes de Santa Catarina. Em uma das ações, o Senar/SC doou 1.258 cestas de alimentos à população carente de Abelardo Luz/SC.

A Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cotrijal), em Não-Me-Toque (RS), registrou a doação de 19.499 quilos de alimentos na região.

Já a Associação Goiana de Suinocultores entregou mais 1,7 tonelada de carne de suína para 560 famílias de estudantes carentes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.