Documento aponta políticas de irrigação

Agronegócio

Documento aponta políticas de irrigação

Carta de Frutal é um marco para a agricultura irrigada no Brasil
Por: -Wisley Tomaz
1138 acessos

Com objetivo de proporcionar uma integração mais efetiva do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nos programas voltados à agricultura irrigada, foi realizado o seminário "O Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil Desafios e Oportunidades", em Frutal (MG), onde foi consolidada a "Carta de Frutal". O documento aponta a necessidade de fortalecer a agricultura irrigada como um imperativo para segurança na produção de alimentos, fibras e energéticos; de alinhar a política nacional de irrigação com as políticas agrícolas do país e integrar os segmentos ligados ao setor.

No documento foram apresentadas as bases para o fortalecimento de uma política de agricultura irrigada e diretrizes para definição de projetos prioritários em agricultura irrigada, ações preventivas e corretivas e de recuperação nas bacias críticas, disponibilidade de água para agricultura irrigada, educação e capacitação de pessoal no setor.

Conforme o pesquisador da Embrapa Cerrados e um dos coordenadores do evento, Lineu Rodrigues, a Carta de Frutal é um marco para a agricultura irrigada no Brasil, já que passa uma mensagem clara das preocupações levantadas durante o seminário e apresenta orientações para o seu fortalecimento.

A intenção, conforme explicou Rodrigues, é que as instituições ligadas ao tema, tais como, Ministérios do Meio Ambiente e Integração Nacional, Conselho Nacional de Recursos Hídricos e Fórum de Agricultura Irrigada encaminhem o documento aos parlamentares, que são os responsáveis pela definição de políticas públicas. Entre as atividades a serem realizadas pelo Núcleo de Referência e Inovação em Irrigação e Recursos Hídricos- (NURII), inaugurado no dia 9 de dezembro como parte da programação do seminário, está a realização no próximo ano de workshops regionais para discutir as questões apresentadas na "Carta de Frutal".

Cerca de 200 especialistas brasileiros e estrangeiros participaram do evento promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Integração Nacional e Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Fundação HidroEX).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink