Dólar recua ante real com foco em vacina e Guedes
CI
Imagem: Pixabay
ECONOMIA

Dólar recua ante real com foco em vacina e Guedes

Às 9:54, o dólar recuava 0,33%, a 5,3690 reais na venda
Por:

O dólar operava em queda contra o real nesta segunda-feira, em início de semana marcado pelo otimismo internacional em relação ao desenvolvimento de uma vacina para a Covid-19 e expectativa dos investidores domésticos pela participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em três eventos diferentes durante o dia.

Às 9:54, o dólar recuava 0,33%, a 5,3690 reais na venda, enquanto o contrato mais líquido de dólar futuro tinha queda de 0,15%, a 5,3725 reais.

Essa movimentação estava em linha com a fraqueza da moeda norte-americana no exterior, que cedia cerca de 0,3% contra uma cesta de pares fortes depois que a farmacêutica britânica AstraZeneca anunciou nesta segunda-feira que sua potencial vacina contra o novo coronavírus pode ser em torno de 90% eficaz sem nenhum efeito colateral grave, dando ao mundo mais uma ferramenta importante no combate à pandemia de Covid-19.

Na semana passada, as empresas norte-americanas Pfizer e Moderna já haviam anunciado resultados promissores nos ensaios de suas vacinas, o que ajudou o índice do dólar a registrar perda semanal de 0,4%.

“As expectativas em relação às vacinas para a Covid-19 dão fôlego aos mercados, que reagem ao conjunto de notícias positivas relacionados a esse tema desde sexta-feira”, disseram em nota analistas do Bradesco.

Enquanto isso, os investidores ficavam atentos à agenda do ministro Paulo Guedes, que participava nesta manhã de webinário da Firjan. Às 10h15, ele dará palestra em evento da International Chamber of Commerce Brazil e, às 16h, tem evento anual conjunto da Empiricus e da Vitreo.

Em meio a dúvidas constantes sobre a saúde das contas públicas brasileiras, os investidores ficarão atentos a qualquer sinal de Guedes sobre como o governo administrará seus gastos no ano que vem diante de um Orçamento apertado e necessidade de financiamento de um programa de assistência social.

As incertezas sobre a situação fiscal brasileira, combinadas a um ambiente de juros extremamente baixos, têm sido apontadas como forte fator de impulso para o dólar no mercado de câmbio doméstico, com a moeda norte-americana acumulando salto de cerca de 33% até agora em 2020.

Na última sessão, na sexta-feira, a moeda norte-americana registrou salto de 1,39%, a 5,387 reais na venda.

Nesta segunda, o Banco Central fará leilão de swap tradicional para rolagem de até 12 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink