Domínio tecnológico garante êxito da produção de palma no Brasil
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,044 (0,50%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (-0,53%)


Agronegócio

Domínio tecnológico garante êxito da produção de palma no Brasil

Nova cultivar híbrida de palma, lançada pela Embrapa, garante maior produtividade e resistência
Por:
1110 acessos
Belém (PA) - O óleo de palma, também conhecido como dendê, é o mais consumido e produzido em todo o mundo. O Brasil tem a maior área com aptidão para o plantio dessa oleaginosa, apesar de importar mais da metade do que consome. “O desafio é expandir a produção de palma com critérios sustentáveis, sem perder a qualidade e a produtividade da planta”, destacou o coordenador-geral de Agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Denilson Ferreira, em entrevista coletiva à imprensa do Pará, nesta quarta-feira, 13 de outubro, em Belém. Para suprir a demanda do mercado, Ferreira, o gerente-geral da Embrapa Transferência de Tecnologia, Ronaldo Andrade, e o chefe-geral da Embrapa Agroenergia, Frederico Durães, apresentaram a nova cultivar híbrida de palma, lançada pela Embrapa, que garante maior produtividade e resistência.

O híbrido de dendê BRS Manicoré é uma cultivar desenvolvida a partir do cruzamento entre o dendezeiro de origem africana (Elaeis guineensis) e o originário da região Amazônica caiaué (Elaeis oleifera). “A cultivar foi testada durante 20 anos em áreas onde normalmente ocorre o amarelecimento fatal, provocado por uma praga”, explica Ronaldo Andrade. Segundo ele, após esse período, o híbrido Manicoré não apresentou nenhum sintoma de amarelecimento. “Isso o torna ideal para o cultivo em regiões indicadas como preferenciais para o plantio da palma de óleo pelo zoneamento climático, como a região Norte”, destaca Andrade.

Uma das principais vantagens da nova cultivar é o teor de ácidos graxos insaturados (conhecidos como “gordura boa”) mais elevado do que nas outras espécies, tornando-a propícia para a indústria alimentícia e para a produção de biodiesel. Outras características do híbrido são a produtividade (30 toneladas por hectare ao ano), reduzida taxa de crescimento anual do caule (o que facilita a extração dos frutos), taxa de extração do óleo superior em cerca 20% à das outras espécies, ciclo de colheita mais longo e menor suscetibilidade ao ataque de insetos desfolhantes.

Biodiesel - O óleo de palma é considerado alternativa para a produção de biodiesel. O Brasil possui, de acordo com o Zoneamento Agroecológico da Palma de Óleo, cerca de 32 milhões de hectares de áreas desmatadas com aptidão para a expansão da cultura, sendo uma atividade agroindustrial com uso intensivo de mão-de-obra. É considerada uma atividade capaz de conter o fluxo migratório das populações rurais para os centros urbanos.

Além de seu valor para a economia nacional, com a produção do óleo, o cultivo do dendê também traz

benefícios ambientais. A planta apresenta potencial para absorção de gás carbônico, podendo contribuir para a redução da emissão de gases de efeito estufa.

Espaço de discussão - A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Palma terá sua segunda reunião amanhã, 14 de outubro, às 14h, na capital paraense. Criada neste ano, a câmara faz parte das ações do Programa de Produção Sustentável da Palma de Óleo no Brasil e é integrada por representantes do governo federal e do setor privado.

Entre os pontos que serão abordados no encontro estão o balanço das ações do Programa de Produção da Palma e as perspectivas para os próximos anos e a nova cultivar híbrida de palma lançada pela Embrapa. Está prevista a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na abertura da reunião.

Acesse informações sobre palma de óleo e sustentabilidade.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink