Dourados quer arrecadar 450 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos

Agronegócio

Dourados quer arrecadar 450 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos

Expectativa é de arrecadar 450 toneladas de embalagens vazias
Por:
822 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL), que acontece hoje, chega a sua décima edição, com a expectativa de arrecadar 450 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos somente em Dourados e região.

De acordo o engenheiro ambiental e coordenador de operações para os estados de Mato Grosso do Sul e Acre, do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), Hamilton Rondon Frandoli, nos últimos cinco anos houve uma considerável evolução nas estatísticas. “Em 2013, o município recolheu 401 toneladas. Em todo estado esse número chegou a 2.645”, explica Frandoli.

A iniciativa une os envolvidos no Sistema, o inpEV – instituto que representa a indústria fabricante de defensivos agrícolas na destinação desse material –, agricultores, distribuidores, escolas, autoridades e a comunidade para divulgar a conservação ambiental no campo.

Comemorado desde 2004, a data já reuniu quase 1 milhão de pessoas de todo o Brasil para compartilhar os resultados do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos) que é referência no País e no mundo.

Em 2014, as atividades devem envolver mais de 100 unidades de recebimento de 23 estados brasileiros. A solenidade oficial de abertura acontecerá em São Paulo, no congresso da Andav (Associação dos Distribuidores de Insumos Agropecuários).

Para festejar os bons números dos anos anteriores e o cumprimento da meta estabelecida, a central de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos de Dourados (MS), gerenciada pela Associação das Revendas Agrícolas da Grande Dourados (Aregran), promove o dia de Portas Abertas para a comunidade. Na oportunidade, os estudantes, adultos e comunidade poderão conhecer as etapas do trabalho realizado por uma unidade de recebimento, além de participar de atividades culturais e educacionais que incentivam a preservação do meio ambiente. A coordenação do evento estima que 900 pessoas passem pela central.

O Dia Nacional do Campo Limpo foi instituído no calendário brasileiro em 18 de agosto, por meio da Lei Federal 11.657 de 16 de abril de 2008. Desde sua 1ª edição, quase 1 milhão de pessoas participaram em todo o País. A celebração da data é realizada pelas centrais de recebimento de embalagens vazias, com apoio do inpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor (Abag, Aenda, Andav, Andef, Aprosoja, CNA, OCB e Sindag), organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink