É hora da reação, afirma Turra no primeiro dia do Avisulat 2016

Agronegócio

É hora da reação, afirma Turra no primeiro dia do Avisulat 2016

Presidente-executivo da ABPA acredita que país deve aproveitar a retomada da confiança para crescer no setor
Por:
621 acessos

O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, apresentou palestra no primeiro dia do 5º Avisulat — Congresso e Feira Brasil Sul de Avicultura, Suinocultura e Laticínios, na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). O evento encerra na quinta (24).

Turra está confiante de que 2017 será melhor para o mercado exportador de carne que 2016. Ano que vem, segundo ele, Coreia do Sul e México passarão a comprar carne suína brasileira. "É hora da reação", afirmou, destacando que o agronegócio precisa aproveitar a retomada da confiança no país e o aumento do consumo de proteína animal no mundo. Mas alerta: para que isso aconteça, as exigências internas e a carga tributária precisam ser mais leves no país. Para exemplificar, Turra fez um comparativo entre o total de impostos cobrados no Brasil (37%) e na vizinha Argentina (27%). “Precisamos nos organizar melhor”, defendeu, com o apelo de que o país reúne todas as condições para ser líder mundial em proteína animal. 

O presidente da ABPA lembrou que na recente escassez de milho, enquanto o produtor pagava R$ 60 a saca, o grão brasileiro era exportado a R$ 32. "Houve uma desorganização total", avaliou. De acordo com ele, a entidade agora está agindo para aproximar os produtores da agroindústria e, assim, evitar novos situações semelhantes. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink