El Niño traz mais água até a colheita

Agronegócio

El Niño traz mais água até a colheita

Fenômeno normalmente traz volume acima da média para o Sul da América do Sul
Por:
2234 acessos
Fenômeno climático normalmente traz volume de precipitações acima da média para todo o Sul da América do Sul

O excesso de umidade que tem atingido o Sul do Brasil é reflexo do El Niño, que normalmente traz volume de chuvas acima da média a toda a região, incluindo Argentina, Paraguai e Uruguai. Com a instalação total do fenômeno nos próximos meses, a temporada de enxurradas deve continuar, prejudicando o desenvolvimento das lavouras de trigo, indica o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Luiz Renato Lazinski.


“Em agosto vai chover acima da média e a nossa primavera, que já é muito úmida, deve ser mais ainda. Isso aumenta a probabilidade de ocorrência de doenças do trigo. Sem contar que pode prejudicar a colheita”, afirma.

Lazinski, contudo, minimiza a possibilidade de geadas tardias. “Elas devem ocorrer em agosto, mas em baixa intensidade. E depois do meio de setembro as chances de ocorrência são muito pequenas”. Os produtores paranaenses são os primeiros a darem início aos trabalhos de retirada do grão das plantações. A previsão é que a colheita fique concentrada entre a segunda quinzena de setembro e o final de outubro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink