Em ano de retomada no campo, Expedição Safra lança 11ª edição em Mato Grosso

Agronegócio

Em ano de retomada no campo, Expedição Safra lança 11ª edição em Mato Grosso

Principal produtor de grãos do país, o estado tem potencial para colher até 30 milhões de toneladas de soja
Por:
557 acessos

Principal produtor de grãos do país, o estado tem potencial para colher até 30 milhões de toneladas de soja
 
Destaque na produção agrícola nacional, Rondonópolis (MT) foi palco do lançamento da Expedição Safra 2016/17. A equipe do projeto reuniu, nesta quarta-feira (14), representantes de entidades públicas e privadas do agronegócio, além de técnicos e produtores da região, para debater mercado e produtividade. O evento ocorreu na Fazenda São Carlos II com o apoio do grupo Bom Jesus Agro. 
 
“Escolhemos Mato Grosso por ser o maior produtor de grãos brasileiro e devido à retomada na produção, à expectativa positiva para o ciclo atual”, destacou o gerente do Núcleo de Agronegócio Gazeta do Povo e coordenador da Expedição Safra, Giovani Ferreira. Nesta temporada, o estado tem potencial para colher quase 30 milhões de toneladas de soja – 2 milhões a mais que no ciclo 2015/16. “51% do Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso vem do agronegócio e precisamos que o setor continue pujante”, reforçou o gerente regional da Caixa no estado, João Henrique Cruz de Oliveira. 
 
O evento contou ainda com a palestra “Construção de uma agricultura mais resiliente” promovida pelo engenheiro agrônomo do grupo Bom Jesus Agro, Luiz Henrique Vigolo. “Precisamos trabalhar com sistemas integrados, visando a otimização de recursos financeiros e naturais para melhor produtividade na lavoura. Precisamos desenvolver a capacidade de passar por adversidades, sem comprometer o potencial produtivo”, completou. Entre as estratégias bem sucedidas, está o plantio direto, destacado pelo proprietário da Fazenda São Carlos II, Luiz Antonio Ortolan Salles. 
 
Há 11 temporadas na estrada, a Expedição Safra realiza um levantamento técnico-jornalístico da produção de grãos no Brasil, na América do Sul e nos Estados Unidos da América. Do plantio à colheita, a equipe do projeto percorre as lavouras de soja e milho e acompanha ainda a logística de escoamento da produção, conferindo rodovias, portos, terminais de embarque e ferrovias.
 
“A Expedição Safra promove o debate de interesse público e privado porque a informação é crucial para o desenvolvimento de um agronegócio competitivo e sustentável. Acompanhamos todo o ciclo produtivo, discutindo o plantio e a colheita, mas buscamos entender variáveis como o clima, o lado da oferta e também da demanda”, ressaltou Ferreira.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink