Em Aratiba, Emater/RS-Ascar capacita técnicos da região para construção de fontes

Agronegócio

Em Aratiba, Emater/RS-Ascar capacita técnicos da região para construção de fontes

Em parceria entre a Emater/RS- Ascar, 11ª CRS, Lacen e Prefeitura de Aratiba, foi realizada uma oficina com orientações para a proteção de fonte
Por:
370 acessos

Em parceria entre a Emater/RS- Ascar, 11ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Laboratório Central do Estado (Lacen) e Prefeitura de Aratiba, foi realizada uma oficina com orientações teóricas e práticas para a proteção de fonte, na última quarta e quinta-feira (30/11 e 1º/12), em Aratiba. Participaram técnicos das secretarias municipais de Saúde e extensionistas dos municípios de Aratiba, Barra do Rio Azul, Itatiba do Sul, Erval Grande, Faxinalzinho, Benjamin Constant do Sul e São Valentim.

A atividade teve como objetivo melhorar a qualidade da água consumida pelas famílias dos produtores Valdecir Lovera e Valdir Francisco Grotto, da Comunidade Espraiado, município de Aratiba, onde foi construída a proteção de nascentes. No local, junto com as famílias, o grupo recebeu orientações sobre o processo de construção que devem ser adotadas. 

Os procedimentos foram repassados pelo extensionista Agustinho Ceni, e pelo coordenador estadual da área de Saneamento Básico da Emater/RS-Ascar, Gabriel Ludwig Katz, que orientaram a prática e a legislação em relação à proteção de nascente. Também foi apresentado o Manual Técnico para a Prática de Proteção de Nascente, que será lançado pela Emater/RS-Ascar ainda em dezembro.

Katz enfatizou a Resolução 314/2016, do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), que define atividades consideradas de baixo impacto ambiental em Áreas de Preservação Permanente (APPs), de acordo com o Código Florestal, onde uma destas atividades é a proteção de nascentes para o abastecimento de água para consumo humano. ?A proteção da nascente não tem como objetivo armazenar água, mas protege-la de contaminantes e resíduos externos, do acesso de animais e da água superficial?, explica. Gabriel também ressalta que a Emater/RS-Ascar elabora um boletim técnico para orientar os produtores rurais.

Entre as orientações repassadas pela assistente técnica regional da Emater/RS-Ascar de Erechim, Fernanda Tacca Angonese, está a importância do armazenamento da água em caixas d?água e os procedimentos de limpeza das mesmas, para manutenção da qualidade da água de abastecimento. ?A proteção da nascente é o primeiro passo para melhoria da qualidade, porém, a limpeza dos reservatórios é fundamental para garantir manutenção dessa qualidade?.

A bióloga da 11ª Coordenadoria Regional da Saúde, Claudia Zanchett, explica que a Secretaria Estadual da Saúde executa no Estado, juntamente com as secretarias municipais, o programa Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua), vinculado ao Ministério da Saúde. O programa visa prevenir doenças de veiculação hídrica. O Lacen integra o Vigiagua através da análise dos parâmetros básicos de qualidade da água (Coliformes totais, Escherichia coli, Flúor e Turbidez) dos municípios de abrangência da 11º CRS. Segundo Claudia Zanchett, ?na região de abrangência da 11ª CRS, e segundo dados da Secretaria de Saúde, em torno de 10 mil pessoas usam água de fontes naturais para consumo humano?.

O secretário municipal de Saúde de Aratiba, Cidnei Barazeti, acompanhou a atividade, agradeceu as parcerias e avaliou o trabalho como ?importante e que dever ter continuidade e ser incentivado pelas parcerias?.

A ação vem ao encontro do Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, que tem entre suas metas proporcionar o abastecimento de água em qualidade e quantidade suficiente para as famílias rurais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink