Em julho, oferta interna de carne de frango registrou grande aumento

Agronegócio

Em julho, oferta interna de carne de frango registrou grande aumento

Em julho, oferta interna de carne de frango registrou grande aumento
Por:
179 acessos

Em julho, oferta interna de carne de frango registrou grande aumento

Em julho, o aparente aumento na produção de carne de frango combinado com uma queda significativa nas exportações do produto elevou significativamente a oferta interna do produto.

Pelas projeções da APINCO (que estima viabilidade de 96% dos pintos de corte alojados; abate aos 45 dias de idade; e peso médio, abatido, de 2,350 kg para o mercado interno e 1,350 kg para o mercado externo – neste último peso incluídos os “grillers”), a produção voltou a repetir o número de maio – pouco mais de 1,172 milhões de toneladas – o que significou aumentos de 6,34% e 2,61% sobre, respectivamente, o mês anterior e o mesmo mês do ano passado. 

Já as exportações tiveram resultado inverso, pois recuaram ao menor nível dos últimos cinco meses, somente superando, neste ano, os embarques de janeiro e fevereiro. Ou seja: ficaram resumidas a pouco mais de 356 mil toneladas, volume que representou retrocesso de 12,32% sobre o mês anterior e de 19,13% sobre o mesmo mês do ano passado. Foi, aliás, a segunda queda dos últimos 12 meses.

Como resultado, a oferta interna aparente aumentou 16,25% em relação a julho de 2015 e 17,24% em relação ao mês anterior. Ficou em 816 mil toneladas, volume só superado, neste ano, pelas 845 mil toneladas estimadas para o mês de janeiro.

Em função deste último resultado, o total ofertado nos sete primeiros meses de 2016 aumentou perto de 2,5% em relação a idêntico período de 2015. O índice contrasta com o registrado um mês atrás, no fechamento do primeiro semestre, ocasião em que o aumento da oferta interna, da ordem de 0,41%, apresentou aumento real negativo, pois inferior ao índice de evolução da população.

Isso quer dizer que a maior parte do aumento ora observado esteve concentrado no mês de julho. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink