Em SP, frango vivo rompe estabilidade e tem primeira alta do mês

Agronegócio

Em SP, frango vivo rompe estabilidade e tem primeira alta do mês

Frango vivo paulista registra variação mensal de 5,77%
Por:
316 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Após exatas quatro semanas sem qualquer alteração de preço, o frango vivo negociado no interior de São Paulo desencantou: obteve ontem reajuste de cinco centavos, sendo negociado por R$2,75/kg, valor ainda 15 centavos inferior ao de Minas Gerais, onde a cotação do produto permanece inalterada em R$2,90/kg.

Com a alta de ontem, o frango vivo paulista registra variação mensal de 5,77% e de 10% em relação à cotação inicial de 2014. Mas permanece com uma cotação 8,33% registrada há um ano, enquanto seu preço médio no mês é 4,17% menor que o de outubro de 2013.

Como este último reajuste ocorreu ao fim do primeiro decêndio do mês, época em que, habitualmente, o mercado começa a dar os primeiros sinais de enfraquecimento, o que se pergunta agora é se a cotação ora alcançada tem sustentabilidade ou prevalece o risco de repetir-se o ocorrido em outubro do ano passado, ocasião em que os preços retrocederam quase 17% em pouco mais de duas semanas.

Por ora a resposta é: improvável. Pois a oferta se encontra bem ajustada e sinaliza, até, novos reajustes. Ou seja: o aumento de ontem pode não ser o único do mês. Além disso, pesa neste instante a favor do frango o alarde multimídia relativo aos preços da carne bovina, visivelmente superiores.

Em função disso, o pior que pode acontecer é o preço atual permanecer inalterado até o final de outubro. Ou seja: encerra o mês com uma remuneração significativamente maior que a de um ano atrás. Mesmo assim a média destes 31 dias continuará inferior à registrada no mesmo mês do ano passado.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink