Em SP, Secretaria da Agricultura intensifica produção de sementes
CI
Imagem: Marcel Oliveira
SEMENTES

Em SP, Secretaria da Agricultura intensifica produção de sementes

Mais de mil toneladas de soja devem ser colhidas na Fazenda Ataliba Leonel
Por: -Lucas Rivas

A Secretaria da Agricultura e Abastecimento de São Paulo vêm trabalhando para intensificar a produção de sementes no estado. Na Fazenda Ataliba Leonel, principal unidade de produção de sementes ligada ao governo paulista, manteve os estoques disponíveis para atual safra, com enfoque na distribuição, em meio à pandemia. 

Conforme o engenheiro agrônomo Fernando Alves dos Santos, responsável técnico da Unidade, o plantio está a “pleno vapor”. “Nossa estimativa é atingir o plantio de 480 hectares de milho (sementes) – carro-chefe da Unidade – e 480 hectares de soja (grãos)”, afirma. 

Para o milho, a previsão da safra é de 200 toneladas da variedade AL-Avaré (destinado à produção de grãos); 300 do AL-Piratininga (para silagem); 60 toneladas do CATIIVERDE 02 (destinado ao milho verde); e 20 toneladas do A-Bianco (milho branco para canjica).

A colheita acontece entre março e abril, com início das vendas no mês de agosto. Em relação à soja, cuja colheita começa a partir de março, a previsão de colheita é entre mil e 1,2 mil toneladas. No local, também foi reservada uma área para produção de soja em sistema orgânico, na qual a expectativa é colher 20 toneladas.

A Secretaria garante que para atender os produtores que precisam de sementes para a adubação verde, os estoques de feijão guandu, nabo forrageiro e girassol estão guarnecidos. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink