Emater desenvolve Projeto Escola Ecológica em Cabeceiras

Agronegócio

Emater desenvolve Projeto Escola Ecológica em Cabeceiras

Iniciativa visou incentivar práticas sustentáveis entre estudantes da região
Por:
885 acessos

No último dia 9 de dezembro (sexta-feira), a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) realizou o Projeto Escola Ecológica, no município de Cabeceiras. A iniciativa, realizada em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), teve como objetivo desenvolver a conscientização ambiental dos alunos da Escola Estadual Oemis Virginio Machado.

O projeto integra o Programa Rede Planalto de Produção e Manejo Sustentável, realizado pelo Instituto de Pesquisa, Proteção e Educação Ambiental (Larus) em parceria com a Emater. A iniciativa tem como finalidade motivar a produção agropecuária sustentável por meio da conscientização de produtores e estudantes das escolas que compõe a região. 

Ao todo, cerca de 20 estudantes do ensino fundamental e médio acompanharam palestras e vídeos sobre a importância da preservação do meio ambiente e utilização consciente do recurso hídrico. De acordo com o servidor da Emater na Unidade Regional Planalto, Luiz Carlos Zytkuewisz, os alunos colocaram em prática os ensinamentos sobre conservação do solo por meio do plantio de mudas.

Ainda segundo Luiz Carlos, cerca de 500 mudas foram disponibilizadas pela Secima e 120 já foram plantadas pelos estudantes em Cabeceiras.  As outras mudas foram destinadas para a execução do Projeto Escola Ecológica nas instituições de ensino em Novo Gama, Vila Boa, Formosa e Planaltina.  “Nosso objetivo foi apresentar aos jovens a importância da preservação ambiental e por meio do plantio de mudas concretizamos os ensinamentos repassados”, ressaltou o assessor especial.

O projeto também foi desenvolvido em escolas estaduais, municipais e particulares dos municípios de Formosa, Planaltina e Flores de Goiás. 

Base

Para a diretora da Escola Estadual Oemis Virginio Machado, Simone Silva Sandoval, a parceria com a Emater é crucial para a formação da consciência de preservação ambiental dos jovens. “Como gestora eu avalio a iniciativa da Emater como positiva, visto que os estudantes tiveram uma base sólida com as exposições realizadas pelos profissionais da Agência”, ressaltou Simone.

Ainda de acordo com a diretora, os alunos ficaram envolvidos com a iniciativa e fizeram elogios à atuação da Emater. “Os estudantes gostaram muito e até nos procuraram para solicitar uma nova exposição prática em uma propriedade rural do município”, contou Simone Silva. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink