Agronegócio

Emater/RS-Ascar de Viamão avalia atividades e planeja novas ações

os extensionistas da Emater/RS-Ascar de Viamão se reuniram no auditório do Sindicato Rural com os diversos parceiros e poder público municipal.
Por:
1583 acessos

Nesta quarta-feira (18/05), os extensionistas da Emater/RS-Ascar de Viamão se reuniram no auditório do Sindicato Rural com os diversos parceiros e poder público municipal para apresentar as atividades desenvolvidas ao longo de 2015. Participaram da reunião o vice-prefeito, André Pacheco, o gerente regional da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Ademir Santin, e a supervisora da microrregião Suzana Medianeira Lunardi, além do secretário interino da Agricultura e Abastecimento, Leandro Silva, a coordenadora da Coordenadoria Regional de Assistência Social Rural (Cras-Rural), Luciane Branco, e representantes da Secretaria da Assistência Social, da Apae, Irga, IFRS, Escola Técnica de Agricultura (ETA), Banco do Brasil, das cooperativas Mista Campos de Viamao (Comcavi) e dos Produtos Orgânicos da Reforma Agrária de Viamão (Coperav), Associação dos Pecuaristas das Lombas e Rádio Santa Isabel, dentre outros. 

Além da avaliação dos trabalhos, os participantes do encontro sugeriram novas ações a serem desenvolvidas com idosos, pessoas com deficiência e de incentivo à sucessão no meio rural. ?Embora a área de produção agropecuária de Viamão seja extensa, somente 6% da população do município vive no meio rural. Garantir uma agricultura sustentável para essas famílias possibilita melhoria de vida e renda aos agricultores, além de movimentar a economia local, pois os moradores do município passam a ter acesso a alimentos mais saudáveis?, argumenta o engenheiro agrônomo e chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Gladimir Ramos de Souza.

O encontro, segundo a equipe local da Emater/RS-Ascar, foi muito proveitoso, por possibilitar a discussão conjunta entre entidades das ações a serem desenvolvidas ao longo de 2016. ?O trabalho em parceria está centrado na promoção do desenvolvimento rural sustentável em suas diferentes dimensões e na crescente melhoria da realidade rural e urbana do município?, avalia Souza.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink