Emater/RS-Ascar distribui mudas de forrageiras em Cerro Largo
CI
Imagem: Divulgação
AGRICULTURA

Emater/RS-Ascar distribui mudas de forrageiras em Cerro Largo

Mais de 30 produtores de Cerro Largo receberam mudas do BRS Kurumi e do BRS Capiaçú
Por:

Mais de 30 produtores de Cerro Largo, nas Missões, receberam nesta semana mudas do BRS Kurumi e do BRS Capiaçú, em uma ação promovida pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a Secretaria Municipal da Agricultura e Expansão Econômica. As forrageiras estão sendo distribuídas no Escritório Municipal da Instituição desde a quarta-feira (17/02), atendendo a demandas de produtores locais por mais alternativas para oferta de forrageiras aos animais.

Os beneficiados com as mudas são principalmente criadores de gado de leite e de corte, além de alguns produtores que sinalizaram interesse nas forrageiras para alimentação de peixes e ovelhas. As mudas foram cedidas pelo produtor e técnico Canísio Berwaldt, de São Paulo das Missões.

Características do BRS Kurumi e BRS Capiaçú

Desenvolvidos pela Embrapa, o BRS Kurumi e o BRS Capiaçú passaram a fazer parte de um maior número de propriedades da região de Santa Rosa nos últimos dois anos, quando mudas passaram a ser distribuídas pela Emater/RS-Ascar, instituição vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). As características destas forrageiras proporcionaram a adaptação às necessidades de alguns produtores de leite da região, já que têm demonstrado resistência mesmo no período de escassez de chuvas.

A cultivar BRS Capiaçu foi obtida a partir do Programa de Melhoramento do Capim-Elefante, conduzido pela Embrapa Gado de Leite, resultando em um híbrido com um excelente potencial produtivo, de bom valor nutricional e de baixo custo em relação às cultivares tradicionais. As mudas atingem em média 4,2 metros de altura, com 110 dias, e possuem touceiras de formato ereto, resistentes ao tombamento e com boa tolerância ao stresse hídrico. O potencial médio de produção da BRS Capiaçú é de 100 toneladas de matéria verde por hectare a cada corte, sendo possível realizar de dois a cinco cortes por ano, a depender das características de cada propriedade.

Um dos pontos fortes da BRS Kurumi é seu valor nutritivo, aliado à alta produção de forragem. Possui excelente estrutura de pasto e características que favorecem o consumo de forragem pelos animais em pastejo, além de facilitar o manejo do pasto, sem necessidade de roçadas frequentes.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.