Emater/RS-Ascar irá trabalhar diversas temáticas na Expoclara

Boi

Emater/RS-Ascar irá trabalhar diversas temáticas na Expoclara

Evento, que é considerado uma das principais exposições de gado leiteiro do Estado, é promovido pela Cooperativa Santa Clara
Por:
46 acessos

A 11ª edição da Exposição de Gado Leiteiro, Máquinas e Produtos (Expoclara), acontece entre os dias 03 e 06 de maio, das 8h às 18h, no Parque da Fenachamp, em Garibaldi. O evento, que é considerado uma das principais exposições de gado leiteiro do Estado, é promovido pela Cooperativa Santa Clara. 

A Emater/RS-Ascar, parceira no evento, estará presente orientando sobre diversos temas, como o registro das vinícolas coloniais, armazenagem de grãos, boas práticas agrícolas, energia sustentável, gado de leite, adequação ambiental da propriedade e sistema silvipastoril, entre outros, apresentando novidades e tecnologias acessíveis aos produtores rurais. Neste espaço, haverá também comercialização de produtos coloniais e das agroindústrias. 

A programação da feira conta com exposição e julgamento de gado leiteiro, exposição de máquinas, produtos e equipamentos agrícolas, Encontro de Prefeitos e Secretários Municipais de Agricultura, Concurso Jovem Puxador, shows e atrações culturais. Entre as novidades deste ano estão o Balcão de Negócios, onde os produtores poderão negociar os animais expostos, e o espaço do projeto Plantando o Bem.

Os agricultores interessados em visitar a Expoclara podem procurar o Escritório da Emater/RS-Ascar do seu município ou a Cooperativa Santa Clara para fazer a inscrição. Deverão ocorrer cerca de 50 excursões, de dezenas de municípios das regiões de Caxias do Sul, Passo Fundo, Erechim, Ijuí, Frederico Westphalen e Lajeado. 

A programação completa da feira pode ser conferida no site http://expoclara.coopsantaclara.com.br. O público previsto é de 30 mil visitantes. 

Adequação ambiental da propriedade rural

Esse espaço tem por objetivo oportunizar esclarecimentos acerca do Código Florestal, do Cadastro Ambiental Rural, cuja inscrição é obrigatória e encerra no próximo dia 31/05/2018, e do Programa de Regularização Ambiental. O atual Código Florestal concede tratamento especial aos agricultores familiares. A nova lei incentiva a regularização ambiental dos imóveis rurais, através da recuperação das áreas degradadas e, por outro lado, possibilita ao agricultor manter suas atividades nas áreas consolidadas, condicionadas à adoção de boas práticas agrícolas. Dentre as práticas sustentáveis de cultivo que viabilizam a cadeia produtiva de alimentos se destaca a integração floresta e pecuária (sistema silvipastoril).

Irrigação

Na área de irrigação das pastagens será abordada a sua importância para melhorar o manejo, ampliar a produção de pasto e garantir um maior número de animais por área, viabilizando a atividade para os agricultores com pouca disponibilidade de terra. Também será tratado da irrigação como forma de se precaver e garantir a produção de alimento para os animais em épocas de redução de chuvas, além das políticas públicas disponíveis.

Centros de Formação

Serão divulgados para o público que visita a feira os cursos profissionalizantes que a Emater/RS-Ascar oferece nos Centros de Treinamento de Nova Petrópolis (Cetanp) e de Fazenda Souza, em Caxias do Sul (Cefas). Os cursos visam à qualificação profissional dos produtores rurais na área da agroindústria, desde o processamento de alimentos até a gestão da agroindústria, e também na área do leite, fruticultura e plantas medicinais. 

Circuito do leite

Serão enfocados vários assuntos relevantes para o sucesso da atividade, como a criação correta da terneira; a alimentação da vaca leiteira (silagem, pastagem irrigada, eletrificação de cerca); a qualidade do leite, com apresentação da ordenhadeira móvel e controle da qualidade do produto; e a gestão da atividade leiteira.

Armazenagem

Será construído um pequeno silo secador, demonstrando o processo de secagem de grãos por ar forçado. Será reforçada a mensagem do ganho econômico e de qualidade de grão quando o produtor armazenar seu milho em casa.

Controle biológico

Já foi plantado um canteiro com milho onde se fará a soltura de vespinhas (Trichogramma sp). A vespinha parasita ovos de mariposas, fazendo o controle biológico das lagartas. Também terá a vespinha para mostrar aos visitantes.

Registro das vinícolas coloniais

Serão repassadas informações às pessoas interessadas sobre a Legislação Vigente para Registro das Vinícolas Coloniais, bem como as normas de construção e todas as etapas necessárias para atender as exigências sanitárias, ambientais e fiscais constantes no Guia para formalização das Vinícolas Coloniais. 

Energia sustentável

Será apresentado um biodigestor para obtenção de biogás (metano) para utilização doméstica e arredores da propriedade rural. Também haverá dois postes com iluminação por painéis fotovoltaicos, sob sistema isolado, com acumulação de energia (baterias) para iluminação na propriedade rural, além de um sistema de dessedentação animal através de motobomba submersa ligada a sistema de painéis fotovoltaicos e um sistema de aquecimento de água para utilização em "boiler".

Casa colonial

Durante a Expoclara, na Casa colonial, comunidades do interior de Garibaldi irão fabricar e comercializar produtos coloniais, como o grostoli frito na hora e o pão feito no forno a lenha, assim como outros produtos, uma forma de valorizar a cultura Italiana muito presente em nossa região.

Relógio do corpo humano 

Baseado na medicina oriental chinesa, o relógio do corpo humano terá função didática e educativa. Extensionistas irão orientar o público sobre a identificação das plantas medicinais, relacionando ao seu órgão de atuação e o melhor horário para fazer uso dos chás, ou seja, quando o órgão está no ápice de funcionamento. 

Agroindústria familiar

Importantes para a agregação de valor à produção e manutenção dos jovens no campo, as agroindústrias familiares da região também terão um espaço de comercialização de seus produtos. Serão 12 bancas com a venda de produtos que agradam os consumidores pelos seus diferenciais e qualidade. 

Fruticultura

Será demonstrado o cultivo e manejo da parreira em ambiente protegido, ou seja, o uso da plasticultura, esclarecendo sobre benefícios, implicações, custos, formas adequadas da poda seca e verde. Também o manejo do filme plástico para aumentar a durabilidade e ter condições de permitir a produção das vinhas e os tratamentos fitossanitários que podem interferir na longevidade da vida útil do filme.

O uso da plasticultura também será destacado no cultivo de hortaliças, como o tomateiro, e do morangueiro (frutífera), com informações sobre o manejo das espécies, os benefícios, custos, riscos, a incidência de fitopatias e o ataque de pragas nesse ambiente modificado.

Boas Práticas Agrícolas

Serão apresentados os procedimentos no cultivo, colheita, transporte, embalagem e estocagem de produtos, para garantir a oferta de alimentos inócuos e seguros. E também a organização na propriedade quanto à coleta e destino do lixo, armazenagem dos agrotóxicos, acondicionamento das ferramentas, qualidade e destinação correta das águas servidas, entre outros aspectos.

Paisagismo e orquídeas

No local será possível obter informações sobre manejo das plantas, adubação, identificação de pragas e doenças, divisão de mudas e envase, tipos de vasos a serem utilizados e receitas caseiras de produtos usados para o controle de pragas e doenças. Uma oportunidade para o visitante adquirir conhecimentos básicos para manter a sua planta e fazê-la florescer.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink