Emater/RS-Ascar recebe Prêmio Vencedores do Agronegócio

Agronegócio

Emater/RS-Ascar recebe Prêmio Vencedores do Agronegócio

Premio é relativo ao projeto "A Emater/RS-Ascar e as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural em Apoio ao Cooperativismo"
Por:
827 acessos

Premio é relativo ao projeto "A Emater/RS-Ascar e as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural em Apoio ao Cooperativismo"

A Emater/RS-Ascar foi uma das agraciadas com o Prêmio Vencedores do Agronegócio - Troféu Três Porteiras, da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul), sendo destaque na categoria Serviço de Apoio ao Agronegócio. A solenidade de entrega da premiação foi realizada nesta quarta-feira (26/10), na sede da Federação, em Porto Alegre.

A Instituição foi premiada com o projeto "A Emater/RS-Ascar e as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural em Apoio ao Cooperativismo", que visa a prestação serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (ATERS) para pessoas jurídicas, associações e cooperativas, que agregam seus associados na agricultura familiar, com objetivo de melhorar o processo de gestão interna administrativa e gerencial, de formação dos quadros diretivos e de associados, bem como assessorar no acesso a mercados institucionais, privados e comercialização.

O presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, juntamente com os diretores técnico e administrativa, respectivamente, Lino Moura e Silvana Dalmás, recebeu o Troféu Três Porteiras e destacou o trabalho realizados pelos extensionistas rurais e sociais da Instituição. "Promover a qualidade de vida, renda e a sustentabilidade do campo é meta desta gestão e tenho certeza que estamos no caminho certo. O estado do Rio Grande do Sul precisa mais do que nunca da agricultura e tenho a certeza que a Emater vai estar presente cada vez mais levando um trabalho de qualidade aos nossos assistidos", frisou.

Ao todo, foram agraciados com o Prêmio empreendimentos do setor em sete categorias e três destaques. Entre os agraciados estão agricultores assistidos pela Emater/RS-Ascar. A Associação dos Moradores de Três Irmãos (Categoria Produção Agropecuária), com o case Vale da Goiaba, o qual tem como proposta uma política única para a produção e comercialização da fruta, tornando a produção rentável, melhorando a qualidade de vida das famílias e minimizando o êxodo rural; a Agroindústria Delícias do Pago (Categoria Agroindústria), do município de Viamão, que investe na produção de laticínios caseiros como queijos e iogurtes, com o objetivo de ser uma agroindústria de referência no Estado por manter a alta qualidade, agregar valor, respeitar o meio ambiente e incentivar o desenvolvimento social; e o Pomar Marins (destaque especial Categoria Agroindústria), do município de Rolante, que comercializa principalmente a laranja para a merenda escolar, cooperativa de Agricultores e também para 80 restaurantes dos municípios de Rolante, Taquara, Igrejinha, Parobé, Três Coroas e Sapiranga, além de uma fábrica de sucos. "Três prêmios destinados a agricultores assistidos pela Emater é o melhor presente que podemos receber", ressaltou Kuhn.

Além destes, também foram agraciados, na categoria Insumos - Dimicron Química do Brasil; Categoria Industria de Máquinas e Equipamentos - Agromac Indústria e Comercial de Equipamento Agrícola; Categoria Distribuição - Barbarella Bakery; Categoria Serviço de Apoio ao Agronegócio - Núcleo de Estudos em Sistema de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia. Categoria Sustentabilidade Social, Econômica e Ambiental - Guatambu Estância do Vinho. A Comissão Julgadora concedeu ainda Distinção Especial para os presidentes da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra; da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, Antônio Jorge Camardelli e ao Banco do Brasil, que será representado pelo superintendente, Edson Bündchen.

O Prêmio Vencedores do Agronegócio - Troféu Três Porteiras visa estimular e contribuir para o desenvolvimento do Estado, além de destacar os vencedores para que se tornem referência à sociedade gaúcha pela força empreendedora, criativa e de competência na resolução de desafios.

Cooperativismo

A Emater/RS-Ascar conta atualmente com sete Unidades de Cooperativismo (UCP) localizadas nos municípios de Erechim, Frederico Westphalen, Ijuí, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul e Santa Rosa. A estruturação das equipes é feita com base nas necessidades locais de cada Unidade, podendo ser formada por profissionais das áreas de ciências agrárias, administração de empresas, ciências sociais, ciências contábeis, desenvolvimento rural e agroindústria, além do apoio de profissionais das áreas de ciências econômicas e direito. 

Entre as ações das Unidades de Cooperativismo constam a execução do Programa de Extensão Cooperativa (PEC-RS), por meio do convênio entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e Emater-RS/Ascar, que prevê o atendimento aos agricultores de base familiar e cooperativa, proporcionando melhoria de renda, qualificação tecnológica e sustentabilidade social e ambiental.

Para o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, é fundamental estimular não só as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social visando uma boa produção e produtividade, garantindo o acesso a mercados para agricultores de base familiar e com isso ampliar a sua capacidade de competição, mas também estimular as diferentes formas de organização destes agricultores. "Uma alternativa é a união e organização dos agricultores, em associações e cooperativas, ampliando a sua capacidade de escala, seja para compra de insumos com menor custo, seja para acessar mercados institucionais e privados, garantindo a quantidade, diversidade de produtos e a regularidade exigida pelo mercado e, assim, obtendo melhores preços", destacou Kuhn. 

Até dezembro de 2015, as ações em cooperativismo foram executadas pelas UCPs em 186 cooperativas do Estado. Além da ação diferenciada das UCPs, as cooperativas também são apoiadas pelas equipes técnicas municipais da Emater/RS-Ascar, presentes em 494 dos 497 municípios gaúchos. Entre os resultados obtidos ao longo deste processo, estão o aumento do quadro de associados das cooperativas assistidas, o aumento do faturamento bruto e a expansão da participação nos mercados institucionais como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink