Embarque de gado em pé preocupa o Sicadergs

Agronegócio

Embarque de gado em pé preocupa o Sicadergs

Segundo o sindicato, há perda de R$ 160,00 na circulação da economia estadual para cada animal não abatido no estado
Por:
6 acessos

O Sindicato da Indústria de Carne e Derivados no RS (Sicadergs) está preocupado com os inúmeros problemas que deverão resultar da exportação de gado em pé. Entre eles, a entidade cita a falta de matéria-prima para as indústrias de abate bovino, com conseqüente aumento de importação, do desemprego e fechamento de algumas indústrias. Além disso, segundo o sindicato, há perda de R$ 160,00 na circulação da economia estadual para cada animal que não é abatido no Rio Grande do Sul.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink