Embarques de suínos mantêm tendência de alta


Agronegócio

Embarques de suínos mantêm tendência de alta

Por:
1 acessos

As exportações brasileiras de carne suína somaram 44,1 mil toneladas em fevereiro, gerando receita de 44,7 milhões, o que significa crescimento de 36,8% em volume e de 22% em receita em relação a igual período de 2002.

No primeiro bimestre do ano, as vendas ao mercado externo somaram 83,8 mil toneladas, com receita de US$ 81,7 milhões. Se comparado ao desempenho do primeiro bimestre de 2002, as exporta-ções cresceram 71,4% em volume e 42,6% em receita, segundo boletim da Associação Brasileira da Industria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs).

Apesar da série de barreiras impostas aos produtos estrangeiros, a Rússia continua sendo o principal destino das exportações brasileiras. De acordo com Claudio Martins, diretor executivo da Abipecs, a concentração das vendas de carne suína no mercado russo diminuiu de forma importante, caindo de 80% ao longo de 2002, para 63% este ano. Ele acrescenta que as vendas para aquele mercado se tornaram mais qualitativas, com as exportações de cortes (de alto valor agregado) saltando de 33% em janeiro para 43% em fevereiro.

Outros importantes mercados para o produto brasileiro são Hong Kong, com vendas 90% maiores no primeiro bimestre deste ano em relação a igual período de 2002, somando 11,5 mil toneladas; a Argentina, que comprou 6,1 mil toneladas de carne suína do Brasil, com um aumento de 179% sobre primeiro bimestre do ano passado; e Cingapura, mercado que está se consolidando e adquiriu 2,8 mil toneladas nos dois primeiros meses deste ano, segundo a Abipecs.

Os preços médios, no entanto, estão em queda se comparados aos praticados no ano passado. No primeiro bimestre deste ano as cotações eram de US$ 975 por tonelada, 16,7% menor que os preços do início de 2002. No mês de fevereiro o preço médio ficou em US$ 1.014 por tonelada, em queda de 10,8% sobre fevereiro de 2002.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink