Embrapa apresenta tecnologias para o arroz a produtores de São Mateus
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
AGRICULTURA

Embrapa apresenta tecnologias para o arroz a produtores de São Mateus

Atualmente cerca de 80% do arroz plantado no Maranhão são cultivares da Embrapa
Por:

No último dia 28 de agosto, na Fazenda Soledade, propriedade de Gilberto Pelegrini, a Embrapa participou do Encontro de Arrozeiros e apresentou as novas cultivares de arroz irrigado para cultivo na região tropical do Brasil. O grande destaque do evento foram as tecnologias desenvolvidas pela Empresa: BRS A 704,  BRS A 705 e a BRS A 706, além das já utilizadas no estado e ainda o manejo preconizado pela Embrapa no Maranhão. 
 
Atualmente cerca de 80% do arroz plantado no Maranhão são cultivares da Embrapa, a BRS Pampeira ocupa 60% da área plantada e a BRS Catiana cerca de 20%. O encontro de produtores de arroz de São Mateus é realizado anualmente pela Brazeiro Sementes, Camil Alimentos e Prefeitura de São Mateus. A Embrapa é especialmente convidada para apresentar os avanços da pesquisa e transferência de tecnologia na área da rizicultura no Maranhão.
 
Da Embrapa Cocais (São Luís-MA), estiveram presentes o pesquisador melhorista Guilherme Barbosa Abreu e o Analista Carlos Santiago, integrantes do Projeto Melhor Arroz III. Foram abordados aspectos de manejo como: correção de fertilidade do solo, preparo de área, adubação equilibrada, densidade de semeadura, controle de plantas invasoras, manejo de pragas e doenças, colheita e pós-colheita. Da Embrapa Pesca e Aquicultura, participou o chefe-adjunto de transferência de tecnologia, Daniel de Brito Fragoso, e, da Embrapa Arroz e Feijão, o pesquisador melhorista Paulo Hideo Nakano Rangel e o analista Raimundo Nonato.
 
“O evento foi muito bom, contou com a presença maciça de produtores da região, bastante satisfeitos com as tecnologias desenvolvidas e os resultados para a rizicultura de São Mateus”, resumiu Guilherme. Santiago enfatiza que o evento é uma oportunidade de reunir a cadeia produtiva do arroz (produtores, indústria e comércio) para mostrar as novidades do setor. “A grande novidade foi a cultivar de arroz irrigado tropical BRS A 704, que já está no mercado e é alternativa de cultivar para o estado. Nos ensaios, a cultivar produziu 13 toneladas por hectare, que representa o triplo do produzido pelo sistema irrigado e dez vezes a produtividade média do Maranhão. Esse material responde à tecnologia, é resistente ao acamamento, um dos principais problemas da região. Essa cultivar vem para complementar o leque de cultivares, diversificando a cultura no Maranhão, excelente estratégia para equilibrar as diferenças entre elas de ciclo e de tolerância a pragas e doenças”. Segundo ele, com grãos de excelente qualidade, permitindo compor produtos tipo premium, a BRS A 704 alia alto potencial produtivo e rusticidade, destacando-se pelos grãos translúcidos, soltos, macios e com baixo índice de gessados, características almejadas pela indústria para atender a um mercado consumidor exigente. Sua base genética ampla confere maior resistência à brusone, principal doença da cultura, auxiliando na sustentabilidade do cultivo de arroz. Para saber mais sobre essa cultivar, acesse publicação em https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1132325/brs-a704-arroz-irrigado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.