Embrapa capacita extensionistas e radialistas no Cariri-CE

Agronegócio

Embrapa capacita extensionistas e radialistas no Cariri-CE

A oficina é uma iniciativa das Unidades Embrapa Informação Tecnológica e Caprinos e Ovinos, cumprindo as metas de projetos do (PBSM).
Por:
253 acessos

Extensionistas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Emater/ce) e radialistas da região do Cariri (CE) participam, entre os dias 22 e 23 de junho de uma oficina de comunicação, desenvolvimento e extensão rural, dentro do Plano Brasil Sem Miséria (PBSM), no Instituto Federal de Educação, Ciência Tecnologia do Ceará, IFCE, campus Crato. A oficina é uma iniciativa das Unidades Embrapa Informação Tecnológica e Caprinos e Ovinos, cumprindo as metas de projetos do (PBSM).

Na quarta-feira, 22, os jornalistas Antônio Heberlê (SCT) e Adilson Nóbrega (Embrapa Caprinos e Ovinos), conduziram os debates sobre as possibilidades de interação entre a pesquisa e a extensão rural, com ampla participação de 32 profissionais de comunicação e técnicos que trabalham nas atividades de extensão na região do Cariri.

Uma das atividades de maior envolvimento foi a que possibilitou a avaliação interna (forças e fraquezas) e análise externa (oportunidades e ameaças) da comunicação e da extensão na região. Os participantes da área de rádio receberem um treinamento específico sobre o uso de aplicativos funcionais para celulares dedicados ao rádio. Os extensionistas trabalharam as  metodologias de abordagem em extensão e comunicação.

Para esta quinta-feira, segundo dia do evento, estão previstas as atividades de campo: uma visita orientada para as atividades comunicacionais na unidade experimental do projeto Reniva (Rede de multiplicação e transferência de manivas-semente de mandioca com qualidade genética e fitossanitária), no IFCE. Antes do final das atividades, serão realizados debates sobre a atuação em rede e a integração entre comunicação e extensão rural. A proposta é de que as atividades de comunicação e de extensão rural se articulem proativamente a fim de fortalecerem a ação territorial e, assim, proporcionarem condições efetivas para o desenvolvimento regional, como preconiza a proposta da Embrapa no PBSM.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink