Embrapa Cerrados completa 37 anos
CI
Agronegócio

Embrapa Cerrados completa 37 anos

A Embrapa Cerrados completou no último domingo (1º) 37 anos
Por:
A Embrapa Cerrados completou no último domingo (1º) 37 anos. Criada em 1º de julho de 1975 numa época em que no Cerrado só se produzia pecuária extensiva e arroz de sequeiro de baixa qualidade, desde a sua criação muita coisa mudou. Na safra 2010/2011, a região foi responsável por mais de 60% da produção nacional de grãos e 55% da produção nacional de carne. De acordo com o chefe-geral da Unidade, José Roberto Peres, hoje a Embrapa domina tecnologias para agricultura tropical, "mas o atual modelo agrícola tem deixado um passivo ambiental e social preocupante", ponderou.


"Atualmente, um dos principais desafios da Embrapa é fornecer subsídios para que o agropecuarista produza com sustentabilidade", afirma Peres. Segundo ele, dos 207 milhões de hectares de Cerrado, quase a metade já está antropizado, ou seja, já sofreu interferência do homem. E dos 50 milhões de hectares de pastagens, 30 milhões estão em diferentes estágios de degradação. "Temos como meta de curto e médio prazo incorporar na agricultura o conceito de economia verde".

Nesses últimos anos, o foco da Embrapa, enfatiza o chefe-geral, passou da produção primária de alimentos ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de sistemas de produção cada vez mais sustentáveis, como é o caso, por exemplo, da integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF). "Essa tecnologia nos permite mais do que duplicar a oferta de alimentos, fibras e agroenergia numa mesma área, sem derrubar uma árvore", explica.


A Unidade - a Embrapa Cerrados está localizada em Planaltina (DF), a cerca de 40 quilômetros do centro de Brasília. A área experimental é de 2.130 hectares, incluindo 700 ha de reservas ecológicas permanentes, com 10 tipos fitofisionômicos de Cerrado. A área construída é de 60 mil m², incluindo laboratórios de pesquisa, casas de vegetação, viveiro e unidade de beneficiamento de sementes.

A Unidade conta com uma equipe técnico-científica de quase 100 pesquisadores, dos quais 75% possuem Doutorado em suas áreas de atuação, cerca de 70 analistas e, aproximadamente, 240 assistentes para dar suporte ao desenvolvimento da pesquisa. O segmento científico está estruturado em três Núcleos Temáticos: Manejo e Conservação dos Recursos Naturais, Sistemas de Produção Animal e Sistemas de Produção Vegetal. A finalidade desses núcleos é, dentre outras, a de atuar proativamente com vistas à identificação de demandas, à produção e à transferência de conhecimentos e de tecnologias.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink