R$ 20 mil a startups

Embrapa desafia jovens a passar 5 dias na fazenda e distribuirá R$ 20 mil a startups

Programa Ideas for Milk promove duas ações.
Por:
125 acessos

Presente em 99% dos municípios brasileiros, a cadeia leiteira do Brasil teve faturamento de R$ 67 bilhões em 2016 e emprega 4 milhões de trabalhadores. Apesar do potencial, o setor está atrasado quanto às soluções tecnológicas, diz o diretor da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins. Por isso, a empresa lançou a segunda edição do Ideas for Milk.

Neste programa, acontece o Desafio de Startups, que convida empreendedores a apresentarem ideias inovadoras de negócios para o setor lácteo, seja por meio de produtos, serviços ou aplicativos. Os candidatos devem se inscrever até 5 de novembro no site Ideas for Milk, preencher o formulário e gravar um vídeo de 3 a 5 minutos apresentando a solução.

“Tudo que é importante hoje tem que caber em um smartphone e, sob este aspecto, estamos atrasados. Precisamos de soluções tecnológicas para o leite que garantam aos produtores e aos empresários a tomada de decisões de maneira rápida, segura e que capture valor para quem se dedica à atividade leiteira”, afirma Paulo do Carmo.

As cinco melhores soluções para o agronegócio do leite serão selecionadas para o evento final, que acontecerá em Juiz de Fora (MG) e a melhor receberá R$ 20 mil, no dia 9 de dezembro.
Vacathon Ideas for Milk

A premiação do desafio de startups acontece em paralelo à outra ação do Ideas for Milk: o Vacathon, um hackaton rural inédito, que acontecerá em Coronel Pacheco (MG), durante cinco dias, de 6 a 10 de dezembro. 

O Vacathon será a primeira maratona de programação para equipes formadas em instituições de ensino superior explorarem dados abertos das pesquisas da Embrapa Gado de Leite. O objetivo é o desenvolvimento de novos projetos de software e hardware.

A ideia é levar informações relacionadas à produção de leite, na fazenda, para que os estudantes criem soluções com ajuda de pesquisadores da Embrapa e de produtores de leite.

Nessa ação, serão convidadas 20 instituições de ensino superior. Cada uma delas poderá inscrever uma equipe liderada por um professor, que atuará como embaixador do programa na instituição. Antes de iniciar a maratona, as equipes participarão de uma etapa de treinamento (bootcamp), na qual os pesquisadores da Embrapa e produtores rurais repassarão informações sobre diversos aspectos da atividade de produção de leite em fazendas.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink