Agronegócio

Embrapa desenvolve Biofábrica para conter avanço da mosca da fruta em pomares

Por: -Vinícius Tavares
570 acessos
A Embrapa Uva e Vinho desenvolveu em parceria com a Associação Brasileira de Produtores de Maçã (ABPM) uma tecnologia que permitirá a eliminação da mosca da fruta, praga que infesta a maçã, entre outras cultivares, como pêssego, laranja e a uva. Chamado de Biofábrica, o centro de controle biológico já foi instalado em Juazeiro (BA) e agora poderá ser implantado também em Vacaria (RS), um dos maiores polos nacionais produtores de maçãs.


O ministro da Agricultura, Antônio Andrade, já encaminhou a demanda para análise da Embrapa. A praga tem atacado diversas frutas em todo país e já gerou prejuízos, somente na cultura da maçã, na ordem de R$ 25 milhões, com as perdas por danos nas frutas ou em razão da aplicação de inseticidas.


A incidência da mosca-das-frutas tem provocado enormes prejuízos econômicos ao setor da fruticultura. Setor altamente exportador, o segmento da maçã exporta cerca de 10% da produção especialmente para o mercado europeu, um dos mais exigentes e restritivos em relação aos resíduos de pesticidas.


O deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), que é o presidente da Frente Parlamentar da Fruticultura na Câmara dos Deputados, destaca que o segmento envolve mais de 58 mil famílias. Ele considera de fundamental importância a implantação da Biofábrica em Vacaria para atender todo o setor frutícola afetado com a mosca-das-frutas.


“Se não for acompanhada, a praga pode atingir essas frutas em até 100% da produção”, argumentou.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink