Embrapa destina recursos da Monsanto para pesquisas

Agronegócio

Embrapa destina recursos da Monsanto para pesquisas

O objetivo da Embrapa é incentivar o desenvolvimento da agricultura
Por: -Redação
6 acessos

Incentivo ao desenvolvimento da agricultura e da pesquisa nacionais. Este é o objetivo da Embrapa ao destinar os R$ 800 mil recebidos da Monsanto, fruto de uma parceria firmada entre as empresas, para o fundo de pesquisa em biotecnologia da entidade. O anúncio foi feito em evento realizado nesta sexta-feira (10-11), na Sede da Embrapa em Brasília (DF). Os recursos serão integralmente destinados ao financiamento de projetos de biotecnologia, todos voltados aos agricultores brasileiros e no suprimento do mercado nacional. As oportunidades de pesquisa geradas com este recurso serão integralmente gerenciadas e conduzidas pela Embrapa.

Na ocasião foi anunciada também a conclusão de mais três projetos fruto da parceria entre as empresas, que são o lançamento do livro “Fundamentos para a Coleta de Germoplasma Vegetal”, desenvolvido pela Embrapa/Cenargen e patrocinado pela Monsanto, que servirá como base para estudantes de Agronomia, Engenharia Florestal e Ciências Biológicas; a assinatura do contrato de cooperação técnica para desenvolvimento de cultivares de algodão com tecnologia Roundup Ready® Flex, tolerante ao herbicida glifosato, aliado a uma maior flexibilidade na época de aplicação do herbicida (desenvolvido pela Monsanto); e apresentação dos resultados da parceria Monsanto-Embrapa-Mapa no projeto Integração Lavoura-Pecuária (patrocínio de palestras de capacitação de agricultores), que consiste na produção de diferentes sistemas de grãos, fibras, madeira, carne, leite e agroenergia na mesma área, em sucessão, rotação ou alternância de cultivos, aproveitando a sinergia existente entre eles.

“Parte do Compromisso Monsanto é compartilhar tecnologias e recursos resultantes deste trabalho. Assim como em outros países onde atua, a empresa firma parcerias com entidades e universidades públicas para o investimento em novas linhas de pesquisas que possam trazer benefícios para os agricultores”, afirma o presidente da Monsanto no Brasil, Alfonso Alba.

Recursos para o fundo:

Os recursos que serão destinados para o fundo de pesquisa da Embrapa são resultado de um contrato assinado entre as duas empresas em 2000, quando do licenciamento da tecnologia Roundup Ready®, desenvolvido pela Monsanto, em variedades de soja Embrapa.

O valor envolve o cálculo de percentual sobre parte do que foi arrecadado em direitos de propriedade intelectual, a título de royalties, pela venda de variedades de soja com germoplasma da Embrapa contendo tecnologia Roundup Ready® da Monsanto na safra 2005/2006. Para chegar a este valor, foram levados em consideração diversos fatores, como área de soja RR plantada com germoplasma Embrapa e preço de mercado de soja grão, todos previstos em contrato comercial firmado em 2000, quando do licenciamento da tecnologia RR à Embrapa. Esta transferência de recursos ocorrerá anualmente.

O contrato firmado para a parceria prevê ainda que a avaliação para a aplicação dos recursos será realizada por um comitê gestor formado por representantes da Embrapa e da Monsanto, que definirá quais linhas de pesquisa receberão o investimento.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink