Embrapa diz que falta pesquisa para garantir biodiesel

Agronegócio

Embrapa diz que falta pesquisa para garantir biodiesel

Pesquisador diz que é preciso intensificar as pesquisas sobre as culturas usadas como matéria-prima para a produção de biodiesel
Por: -Ivonéte Dainese e Wagner Oliveira
1 acessos

O professor Napoleão Beltrão, chefe-adjunto de pesquisa e desenvolvimento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), advertiu nessa terça-feira (21-11), em São Paulo, que é preciso intensificar as pesquisas sobre as culturas usadas como matéria-prima para a produção de biodiesel. Para algumas delas, como a mamona e o pinhão manso, segundo o pesquisador, não há estudo de viabilidade e nem sistema de produção definido.

Além do biodiesel, outra forma de reduzir o volume de diesel mineral - que representa consumo anual de 39 bilhões de litros, 70% a mais que a gasolina - é a nova tecnologia flex-fuel que permite o uso do gás natural veicular (GNV). A Delphi e a Bosch apresentaram ontem o bicombutível para uso em caminhões e ônibus.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink