Embrapa investe em mais qualidade para suas coleções de microrganismos

Agronegócio

Embrapa investe em mais qualidade para suas coleções de microrganismos

O objetivo da oficina é levantar demandas de transferência de tecnologia e também de pesquisa que possam ser incluídas no "Projeto Integrado da Amazônia".
Por:
1318 acessos

O objetivo da oficina é levantar demandas de transferência de tecnologia e também de pesquisa que possam ser incluídas no "Projeto Integrado da Amazônia". Este projeto será conduzido pela Embrapa, com aporte de recursos do Fundo Amazônia, e gestão financeira feita pela Fundação Eliseu Alves.

"Precisamos ouvir as bases. Como é difícil ouvir os agricultores diretamente, a gente esta chamando as associações, as cooperativas, as ONGs e todas as instituições que trabalham com esses agricultores, para que eles possam nos orientar, dizendo quais são os temas principais a serem tratados", explica o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia, Flavio Fernandes Júnior.

Ao todo a Embrapa aprovou junto ao BNDES, órgão administrador do Fundo Amazônia, um montante de R$ 33,3 milhões que deverão ser destinados a projetos nas áreas de monitoramento do desmatamento e da degradação florestal e serviços ecossistêmicos; restauração, manejo florestal e extrativismo; tecnologias sustentáveis para a Amazônia; e aquicultura e pesca.

A programação do evento conta com uma apresentação inicial do projeto e com trabalhos práticos em grupos. Cada grupo discutirá e levantará demandas sobre um dos quatro eixos temáticos propostos. Ao fim da atividade, serão reunidas as informações levantadas e apresentadas para todos os participantes.

Além da oficina realizada em Sinop nesta semana abrangendo as ações de Mato Grosso, outras seis regiões também estão promovendo eventos semelhantes. Macapá (AP), Porto Velho (RO), Rorainópolis (RR) e Manaus (AM) também tiveram seus eventos em agosto. Já as oficinas de Imperatriz (AM) e Marabá (PA), envolvendo os territórios do Pará, Maranhão e Tocantins, estão programadas para setembro.

Fundo Amazônia

O Fundo Amazônia tem como finalidade captar doações para investimentos não-reembolsáveis em ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e de promoção da conservação e do uso sustentável da Amazônia Legal. O recurso captado é direcionado para projetos nas áreas de gestão de florestas públicas e áreas protegidas; controle, monitoramento e fiscalização ambiental; manejo florestal sustentável; atividades econômicas desenvolvidas a partir do uso sustentável da vegetação; zoneamento ecológico e econômico, ordenamento territorial e regularização fundiária; conservação e uso sustentável da biodiversidade; e recuperação de áreas desmatadas.

O Fundo Amazônia é administrado pelo BNDES em cooperação com o Ministério do Meio Ambiente.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink