Embrapa lançará soja resistente à ferrugem asiática

Agronegócio

Embrapa lançará soja resistente à ferrugem asiática

Nova variedade estará à disposição dos produtores de Goiás, Minas Gerais, do Distrito Federal e norte de São Paulo
Por:
1144 acessos

O Brasil não é apenas um dos maiores produtores mundiais de soja. O país também é referência no desenvolvimento de novas tecnologias para a sojicultura, destaca o coordenador do projeto de melhoramento de soja da Embrapa, Carlos Arrobal. Na safra 2009/2010, adianta o pesquisador, a estatal lançará uma variedade do grão resistente à ferrugem asiática.

Resultado de 13 anos de pesquisas, a nova variedade estará à disposição dos produtores de Goiás, Minas Gerais, do Distrito Federal e norte de São Paulo.

A nova cultivar, que recebeu o nome de soja BRSGO 7560, foi lançada durante o 5º Congresso Brasileiro de Soja e do Mercosoja 2009, realizado em Goiânia, no mês de maio.

"A principal característica [da nova cultivar] é a resistência à ferrugem asiática. Todo o projeto foi desenvolvido em sistema de parceria com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de Goiás", diz o pesquisador da Embrapa, Odilon Lemos. As pesquisas, orçadas em R$ 7 milhões, estão sendo feitas com recursos púbicos a maior parte deles proveniente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Mesmo com o lançamento da nova cultivar, o pesquisador recomenda aos agricultores que mantenham as demais práticas agrícolas para o manejo da ferrugem. "A vantagem é que se trata de uma variedade precoce, que fica menos tempo exposta à doença. Isso o que o produtor mais quer."

A soja é plantada nos meses de outubro e novembro. Em meados de janeiro, já é possível fazer a colheita dessa nova cultivar. Essa é a grande diferença: a cultivar completa o ciclo em torno de 110 dias, enquanto a soja normal é colhida até 150 dias após plantio. "Como se trata de uma variedade resistente, é grande a expectativa dos produtores para que o produto seja lançado comercialmente", diz o pesquisador da Embrapa.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink