Embrapa Pecuária Sul apresenta tecnologias na 98ª Expofeira de Bagé
CI
Agronegócio

Embrapa Pecuária Sul apresenta tecnologias na 98ª Expofeira de Bagé

Lançada em Esteio (RS) durante a Expointer 2010, a plataforma portátil de pesagem de bovinos é um sistema que pode ser transportado em veículos de pequeno porte e montado em instalações de manejo simples
Por: -Silvano
Os mais recentes programas e tecnologias desenvolvidos pela Embrapa Pecuária Sul, unidade descentralizada da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), estarão em exposição na 98ª Expofeira de Bagé (RS). Nesta edição da feira, realizada de 8 a 17 de outubro no Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães, o centro de pesquisa apresenta a plataforma portátil de pesagem de bovinos, produtos artesanais diferenciados com a marca Alto Camaquã, o programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) em Bovinos de Corte e o aplicador seletivo de herbicidas Campo Limpo.

Lançada em Esteio (RS) durante a Expointer 2010, a plataforma portátil de pesagem de bovinos é um sistema que pode ser transportado em veículos de pequeno porte e montado em instalações de manejo simples, típicas de pequenas propriedades. O produto foi desenvolvido pelo pesquisador Fernando Cardoso em conjunto com a Metalúrgica Brião, de Cachoeira do Sul (RS), também fabricante e distribuidora.

O novo sistema pode ter todos os componentes divididos em duas partes iguais e unidos por uma peça lateral fixada por parafusos sextavados. Outro diferencial são as abas laterais reguláveis, que se ajustam a bretes de diferentes larguras. Isso impede que os animais se machuquem enfiando as patas no espaço entre o brete e a plataforma. A largura da plataforma pode ser regulada para os diferentes locais de pesagem, a partir da quantidade de tábuas utilizadas – duas ou três, o que gera seis variações de abertura das abas laterais. Embora desenvolvida para pesagem de bovinos, a plataforma também pode ser utilizada para outras espécies de menor porte, como caprinos e ovinos, com a opção de uso de somente uma das metades.

Painéis mostrarão a beleza das paisagens, a gastronomia, a cultura e o artesanato do território do Alto Camaquã, formado por seis municípios da Serra do Sudeste gaúcho – Bagé, Caçapava do Sul, Lavras do Sul, Pinheiro Machado, Piratini e Santana da Boa Vista. Serão apresentados produtos artesanais, como móveis, artigos em lã e madeira, além de potenciais produtos alimentícios – todos com a marca coletiva “Alto Camaquã”.

Os produtos foram reunidos pela primeira vez na Expo Alto Camaquã, evento realizado em Bagé no mês de julho, com participação da Embrapa Pecuária Sul por meio do Projeto Alto Camaquã. Liderado pelo pesquisador Marcos Borba, o projeto visa estimular o desenvolvimento territorial endógeno do Alto Camaquã, a conservação da vegetação natural da região e a valorização da identidade territorial. As ações consideram as características históricas, sociais, ambientais, culturais e econômicas comuns no território, que tem potencial para a geração de produtos diferenciados, com base no uso durável dos recursos naturais.

A bovinocultura de corte é destacada pelo Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) – Bovinos de Corte lançado em 2005 pela Embrapa e que tem na região Sul do Brasil a coordenação pela Embrapa Pecuária Sul, representada pelo pesquisador Sergio Gonzaga. O BPA busca aumentar a rentabilidade e a competitividade dos sistemas produtivos agropecuários por meio da indicação e a incorporação, por parte dos produtores, das tecnologias adequadas e da adequação a legislações ambientais e trabalhistas, de modo a garantir o acesso a mercados que valorizam alimentos seguros produzidos de modo sustentável.

No Sul do país, o Programa foi implantado como projeto-piloto em 2008, envolvendo 14 propriedades rurais localizadas em sete municípios da região dos Campos de Cima da Serra, no norte do Rio Grande do Sul. O trabalho é realizado em parceria com a Emater/RS, a Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/RS), o Sebrae/RS e universidades, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O resultado do levantamento feito junto aos pecuaristas e a metodologia do programa, que envolve 11 grandes pontos de controle na propriedade – da gestão da propriedade rural ao manejo produtivo –, subsidiaram o livro “Boas Práticas Agropecuárias: um novo olhar sobre a competitividade da pecuária gaúcha”, editado pela Federacite e com participação da Embrapa Pecuária Sul. A publicação foi lançada na última Expointer.

Devido ao grande interesse dos visitantes na última edição da Expofeira, a Embrapa Pecuária Sul volta a apresentar o aplicador seletivo de herbicidas Campo Limpo. Desenvolvido pelo pesquisador Naylor Perez, o equipamento é uma ferramenta para o controle seletivo de plantas daninhas, inclusive gramíneas invasoras como o capim-annoni, espécie de alto poder de infestação nas pastagens do Bioma Pampa. Neste ano, foi preparada uma cartilha que orienta para o melhor uso da máquina. A publicação será vendida por R$ 10 no estande.

No processo de aplicação seletiva, somente as plantas invasoras entram em contato com o herbicida. Esse tipo de aplicação tem mostrado eficiência do ponto de vista econômico, devido à menor dosagem do princípio ativo por área, do ponto de vista ambiental, por apresentar um menor impacto ao meio ambiente, e do ponto de vista da segurança, pois apenas umidifica as plantas, diminuindo os riscos de inalação e contato com a pele, comuns na pulverização tradicional. A máquina Campo Limpo pode ser tracionada por qualquer tipo de trator, e foi patenteada e licenciada para a produção e comercialização pela Grazmec, sediada em Não-Me-Toque (RS).
 
As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Pecuária Sul.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink