Embrapa promove dia de campo para estudantes de pós-graduação da ESALQ

Agronegócio

Embrapa promove dia de campo para estudantes de pós-graduação da ESALQ

Para conhecer pesquisas e tecnologias desenvolvidas, estudantes da ESALQ – USP visitaram a Embrapa Pecuária Sudeste
Por:
1488 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Para conhecer pesquisas e tecnologias desenvolvidas, estudantes de pós-graduação da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (ESALQ – USP), visitaram a Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos - SP) na última sexta-feira (18). O grupo foi recebido pelos pesquisadores Alberto Bernardi, Francisco Dübbern de Souza e Patrícia Anchão de Oliveira. Na ocasião, eles conheceram a vitrine de forrageiras, o projeto gramados, o sistema integrado Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e o sistema de produção de leite.

Na vitrine de forrageiras, os alunos viram cultivares desenvolvidas na Embrapa e entenderam a função de cada uma. Além disso, eles conheceram a nova possibilidade de forrageira para recuperação de pastagem, o Guandu BRS Mandarim.

No ILPF, o grupo conheceu na prática as vantagens econômicas e ambientais da integração Lavoura-Pecuária-Floresta, que tem como objetivo aumentar a qualidade da produção de carne e diversificar a renda do produtor rural. O ILPF é indicado para aumentar a produtividade sem aumento de área e, ainda, reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

 No sistema de leite, a pesquisadora Patrícia Oliveira falou sobre sustentabilidade e estratégias para mitigação de gases de efeito estufa na pecuária.

Para o aluno Junior Iassamu Yasuoka, do programa de pós-graduação de ciência animal e pastagens, o objetivo da visita foi sair do campo teórico da sala de aula e ver a prática aplicada no campo. Para ele, conhecer a Embrapa é fundamental para os alunos de pós que estão tentando entrar na área de pesquisa. "É sempre válido conhecer de perto o desenvolvimento de tantas tecnologias. Essa interação entre instituições agrega muito na nossa formação profissional", destaca.

O professor Francisco Antônio Monteiro, da disciplina de Nutrição e Adubação de plantas forrageiras, conta que visitar a Embrapa Pecuária Sudeste é um motivo de satisfação profissional e técnica. De acordo com Monteiro, a iniciativa veio dos próprios alunos da disciplina. "Aqui temos a chance de conhecer as novas tecnologias lançadas pela Embrapa, que sempre são de grande valia para a pecuária brasileira", salienta. Para o professor, a visita é uma chance de aprendizado para todos. "Eu também estou aprendendo. Por exemplo, pude ver mais detalhadamente cultivares que não tenho tanta familiaridade", explica.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink