Embrapa recebe especialistas mundiais em biotecnologia do amendoim

Agronegócio

Embrapa recebe especialistas mundiais em biotecnologia do amendoim

Começa dia 13 conferência internacional que acontece pela primeira vez no Brasil e na América do Sul
Por: -Joana
1105 acessos
Começa na segunda-feira, dia 13 de junho, conferência internacional que acontece pela primeira vez no Brasil e na América do Sul


Começa na próxima segunda-feira, dia 13 de junho, às 8h30, a Quinta Conferência Internacional da Comunidade Científica de Amendoim, que se estende até o dia 15 de junho na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 47 unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, em Brasília, DF. O evento, inédito no Brasil e na América do Sul, vai reunir cerca de 100 especialistas de mais de 10 países, como Brasil, Argentina, China, Nigéria, Senegal, Estados Unidos, Índia e Mali, entre outros, para discutir a importância de ferramentas modernas como biotecnologia e genômica para aumentar a produtividade e a qualidade do cultivo do amendoim.

A Conferência é voltada a pesquisadores, estudantes, produtores e representantes da indústria, entre outros profissionais, que tenham interesse na cultura de amendoim, com foco em genômica e biotecnologia como ferramentas capazes de gerar variedades mais nutritivas, produtivas e resistentes a doenças e estresses ambientais.

Além da importância de receber um evento deste porte pela primeira vez no Brasil, a Quinta Conferência tem outro predicado muito especial, como explica uma das coordenadoras e pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Soraya Bertioli. “O amendoim é uma leguminosa de grande importância na alimentação humana e o gênero é originário do Brasil. Por isso, a realização desse evento no país marca uma espécie de volta às origens. Tem realmente um significado muito especial para nós, cientistas”, comemora.

A Conferência é resultado de uma iniciativa denominada Avanços em Arachis através de Genômica e Biotecnologia (AAGB), promovida pela comunidade científica internacional para facilitar a comunicação entre cientistas e indústria no desenvolvimento de novas variedades de amendoim com maior qualidade e aceitação pelo consumidor.

Essa iniciativa teve como marco o primeiro encontro, em 2006, na China. As outras edições da Conferência Internacional foram realizadas nos EUA, Índia e Mali, respectivamente. Após passar pelos quatro continentes, o amendoim volta às suas origens na América do Sul com a 5ª edição do evento em Brasília, DF.


Amendoim: importância nutricional e social

O amendoim é uma das leguminosas produtoras de grãos mais plantadas em todo o mundo, devido ao seu alto conteúdo de proteína e óleos insaturados. É extremamente importante na alimentação dos povos de alguns países da América Latina, da África e Ásia. Tem um importante papel social, na segurança nutricional e na sustentabilidade da agricultura em áreas áridas e semiáridas de diversos países dos cinco continentes.

Segundo Bertioli, apesar de ser uma cultura muito importante do ponto de vista econômico, as informações sobre o cultivo de amendoim estavam muito dispersas no mundo. Por isso, a iniciativa de criar a AAGB foi determinante, pois vem possibilitando a troca de experiências entre os países em relação às pesquisas de amendoim, com foco em biotecnologia e genômica.

Essas ferramentas são fundamentais para tornar a cultura do amendoim mais competitiva em vista dos desafios crescentes de aumento de pressão demográfica e escassez de recursos naturais. A biotecnologia e a genômica podem contribuir significativamente para sustentar o aumento da demanda de produtividade por hectare, sem ampliar a fronteira agrícola.

Uma nova estratégia, como explica a pesquisadora, é ampliar a base genética da cultura de amendoim, que é bastante estreita, através do cruzamento com parentes silvestres a partir de ferramentas moleculares.

Essa e outras pesquisas serão amplamente debatidas durante a Quinta Conferência Internacional da Comunidade Científica de Amendoim. Para isso, o evento vai contar com sessões técnicas e palestras envolvendo várias áreas do conhecimento, como: recursos genéticos, diversidade alélica, melhoramento, recursos genômicos, genômica comparativa, estresses bióticos e abióticos, entre outros.

Palestra de abertura vai abordar a importância do amendoim na luta contra a fome na África

Um trabalho pioneiro de distribuição de suplemento alimentar à base de amendoim, leite em pó e açúcar para crianças com desnutrição severa em países da África Subsariana será o tema da palestra de abertura da Quinta Conferência Internacional da Comunidade Científica de Amendoim. A palestra “Amendoim contra a fome” será apresentada pelo Diretor Executivo do American Peanut Council (APC), Howard Valentine, que também é Presidente da Peanut Foundation no dia 13 de junho, durante a abertura da Conferência, às 9 horas.

O suplemento alimentar em forma de pasta chamado Plumpy'nut foi idealizado pelo nutricionista e pediatra francês, Andre Briend, e fornece calorias, proteínas, vitaminas e minerais. A África subsariana compreende a região do continente africano a sul do Deserto do Saara. Nesses países, segundo relatórios das Nações Unidas, a desnutrição é tão severa que 25% das crianças morrem antes do seu quinto aniversário.


A Quinta Conferência Internacional da Comunidade Científica de Amendoim acontece no período de 13 a 15 de junho na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Parque Estação Biológica – PqEB, final da Av. W5 Norte, atrás da 2ª DP)
 
 
As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink