Embrapa Rondônia abre processo de seleção de Chefe-Geral

Agronegócio

Embrapa Rondônia abre processo de seleção de Chefe-Geral

O candidato não precisa ser funcionário da Embrapa e o período de inscrições vai de 5 a 24 de agosto
Por:
197 acessos

A Embrapa Rondônia, uma das 42 unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, abriu na última semana o processo de recrutamento e avaliação de candidatos ao cargo de Chefe-Geral. O candidato não precisa ser funcionário da Embrapa e o período de inscrições vai de 5 a 24 de agosto. A Embrapa Rondônia possui sede em Porto Velho e cinco campos experimentais localizados na capital e no interior do Estado. São 155 funcionários que desenvolvem atividades de pesquisa, desenvolvimento, transferência de tecnologia e atividades administrativas.

O processo de seleção de Chefe-Geral segue uma série de rigorosos procedimentos estabelecidos pela Norma 037.005.004.002 da Embrapa. São regras de como proceder o processo de inscrição, a divulgação do edital, dos requisitos e das etapas da avaliação dos candidatos. O edital que oficializa a seleção está disponível na página da Embrapa Rondônia.

O que muita gente não sabe é que o cargo de Chefe-Geral não necessariamente deve ser ocupado por um funcionário da Empresa. O candidato precisa, porém, ser brasileiro ou naturalizado, possuir ao menos dez anos de experiência em atividades de ciência e tecnologia relacionadas ao setor agropecuário, agroindustrial, do agronegócio ou de desenvolvimento rural. É exigido, no mínimo, curso de mestrado concluído. Os demais requisitos estão documentados no edital do processo.

Além do currículo e de documentos pessoais, um importante componente da inscrição de cada candidato é uma proposta de trabalho, que deve ser elaborada com base em um roteiro estruturado em sete tópicos. Devem ser retratados os ambientes externo e interno da organização e propostas estratégias de gestão técnica e administrativa.

Os candidatos considerados aptos a concorrer ao cargo passam, a partir de então, por uma série de etapas que têm por objetivo analisar a proposta de trabalho, a formação e experiência gerencial e profissional. Todo o processo é acompanhado por um Comitê de Avaliação Central, na Embrapa Sede, em Brasília. A última etapa é uma entrevista com a Diretoria-Executiva e com o Diretor-Presidente da Embrapa. O escolhido deve permanecer por dois anos no cargo, com possibilidade de prorrogação por mais dois anos, configurando o limite de quatro anos.

A Embrapa Rondônia é um centro de pesquisa agroflorestal fundado em 1975, com sede na capital do Estado, Porto Velho, mas com atuação em diferentes municípios do interior e trabalhos em rede com instituições de todo o Brasil. Pesquisas ligadas a pecuária leiteira, a recursos florestais e a cafeicultura estão entre as principais atividades. A unidade possui oito laboratórios na capital e cinco campos experimentais localizados em regiões estratégicas da atividade agropecuária no Estado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink