Empresa chinesa tem interesse em construir alcooduto em MS

Agronegócio

Empresa chinesa tem interesse em construir alcooduto em MS

A idéia é propor a elaboração de um estudo em conjunto com os dois estados para que a modulagem do produto possa ser feita
Por: -Silvano
210 acessos

O representante da Companhia Nacional Petroquímica da China (Sinopec), e Bernd Eichert da Brasil Export Holding estiveram nessa quarta-feira (29-08) de manhã reunidos na Governadoria para levar ao conhecimento do governador o interesse da Sinopec, estatal chinesa de petróleo, em investir na construção de um duto que levaria o álcool produzido em Mato Grosso do Sul até o Porto de Paranaguá, no Paraná.

Participaram da reunião a secretária da Produção (Seprotur) Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias e ao superintendente da Secretaria João Carlos Krug, o empresário de Chapadão do Sul Antonio Carlos Gorski.

De acordo com Bernd, a idéia é propor a elaboração de um estudo em conjunto com os dois estados para que a modulagem do produto possa ser feita e, em dois anos, ele comece a ser construído. "O que nós queremos é tratar do assunto com a Petrobras com o projeto já modulado, porque assim fica mais fácil", considera.

Crescimento

Com o crescimento do setor sucroalcooleiro, Mato Grosso do Sul vem sendo o local preferido pelos empresários dispostos a investir no setor. Para 2009 estão previstas inaugurações de 12 indústrias. Por esse motivo, segundo o superintendente de Agricultura e Pecuária da Seprotur, João Carlos Krug, o Governo estadual está empenhado na busca de investimentos para a construção do alcoolduto, alternativa mais eficiente para o escoamento da produção.

Dados do Sindicato das Indústrias da Fabricação do Açúcar e do Álcool do Estado do Mato Grosso do Sul (Sindal-MS) mostram que atualmente Mato Grosso do Sul está com onze unidades produtoras de açúcar e álcool. Outras 28 estão em implantação e 31 em fase de negociação e estudo.

Com a conclusão desses projetos, 35 municípios (de um total de 78) terão pelo menos uma unidade produtora de açúcar e álcool nos próximos anos. O volume de moagem de cana no Estado deve subir de pouco mais de 11 milhões de toneladas na safra 2006/2007 para aproximadamente 15 milhões na safra 2007/2008.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink