Empresa de biotecnologia vai expandir pesquisa
CI
Imagem: Pixabay
AGRICULTURA

Empresa de biotecnologia vai expandir pesquisa

Novo laboratório ampliou a capacidade de geração de dados em 15 vezes
Por: -Eliza Maliszewski

A empresa brasileira Tropical Melhoramento & Genética (TMG), que trabalha com  genéticas de algodão, soja e milho, realizou um investimento superior a R$ 15 milhões na construção e instalação de um novo laboratório de biotecnologia, na matriz, em Cambé (PR). O valor integra o aporte de R$ 1 bilhão que a empresa irá destinar até 2031 em pesquisa e desenvolvimento.

“O novo laboratório tem papel fundamental para garantir que as melhores sementes cheguem aos produtores", destaca Anderson Meda, gerente de pesquisa da TMG.

O novo espaço permitiu implantar uma nova forma de análise, a de genotipagem por sequenciamento de DNA. Esse método irá garantir a entrega anual de mais de 30 milhões de análises, um aumento de geração de dados interno de aproximadamente 15 vezes. São 450 metros quadrados e uma sala exclusiva para sequenciamento de DNA, possibilitando a instalação de novas máquinas e o isolamento de um ambiente específico para o uso de produto amplificado.

O laboratório de biotecnologia tem à disposição para suas análises plataformas robotizadas de extração e manipulação de DNA de última geração e conta com o que há de mais moderno para atender os programas de melhoramento com estratégias de seleção das melhores plantas por análise de DNA. Foi construído para atender a demanda de genotipagem dos próximos 10 anos, podendo expandir a capacidade com novos equipamentos já previstos no seu planejamento estratégico.

“O laboratório contribui com a tomada de decisão em todas as etapas de desenvolvimento de uma nova variedade, recebendo e analisando amostras, desde parentais (que serão usados nos cruzamentos - primeira etapa do processo) até as fases finais (quando já temos uma cultivar comercial em produção de sementes), tanto para soja, quanto para o algodão”, exemplifica Meda, que lembra: “para o milho, o laboratório já conta com algumas análises disponíveis e em estado avançado de pesquisa”.

Dos 490 colaboradores da TMG, 280 trabalham na área de pesquisa e desenvolvimento. O setor do laboratório conta com coordenadora, líder de projetos, analistas, assistentes, técnicos e auxiliares de laboratório. Biotecnólogos, biólogos, agrônomos, técnicos em biotecnologia são alguns dos profissionais da área, que cresceu cerca de 30% em número de pessoas nos últimos anos.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.