Empresa sueca cria “leite de batata”
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ALTERNATIVA

Empresa sueca cria “leite de batata” 

A empresa afirma que o cultivo de batatas é duas vezes mais eficiente do que o de aveia
Por: -Leonardo Gottems

A Dug, uma empresa sueca que trabalha com ciência e pesquisa, criada pela professora Eva Tornberg da Lund University , lançou uma bebida análoga ao leite sem o uso animais, apelidada de 'leite de batata' ou 'emulsão de batata'. No final de 2017, Eva Tornberg disse que descobriu como transformar batatas comuns em uma bebida surpreendentemente rica e cremosa semelhante ao leite de vaca. Sem revelar muitos detalhes de sua criação, a pesquisadora disse que o produto contém óleo de colza e é produzido em ambiente hiperespecífico. 

A empresa afirma que o cultivo de batatas é duas vezes mais eficiente do ponto de vista do uso da terra do que o cultivo de aveia, uma das alternativas lácteas mais procuradas. A empresa acrescenta que o cultivo de batatas requer 56 vezes menos água do que uma área equivalente de amêndoas, e plantar batatas em um campo tem um "impacto climático" significativamente menor do que usar o mesmo campo para criar gado leiteiro. 

Para a empresa, mudar para uma alternativa à base de batata reduz o impacto climático em cerca de 75%. Carbon Cloud, uma empresa que desenvolveu uma plataforma que ajuda marcas de alimentos a calcular, entender, compartilhar e melhorar sua pegada climática, indicou que o leite de batata DUG tem uma pegada de carbono que varia de 0,27 a 0,31 kg de CO2 equivalente por quilograma.  

Esse valor é consideravelmente mais baixo do que as alternativas lácteas vegetais, como o leite de amêndoa que é cerca de 0,4 kg de CO2 equivalente por quilograma ou leite de aveia (0,8 kg de CO2 equivalente por quilograma). "Temos um bom produto do qual estamos orgulhosos", disse Thomas Olander, CEO da Veg of Lund, empresa controladora do DUG, de acordo com a VegNews. “Nossa escolha de usar batatas como base significa que temos uma bebida super sustentável. As batatas não têm muitos requisitos para prosperar, o que as torna uma cultura super sustentável em comparação com outras culturas, muito menos com os laticínios”. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.