Agronegócio

Empresas de agroquímicos e biotecnologia fazem campanha por saúde nas escolas argentinas

“Minha Escola Saudável”
Por: -Leonardo Gottems
1214 acessos

 

Grandes empresas de agroquímicos e biotecnologia se uniram ao poder público na Argentina em uma campanha que “busca promover hábitos saudáveis para prevenir e diminuir o avanço do sobrepeso/obesidade e melhorar a qualidade de vida de toda la comunidade educativa”.

O programa “Minha Escola Saudável” é coordenado pelo ILSI Argentina (Instituto Internacional de Ciências da Vida, na sigla em inglês) e pela prefeitura de Buenos Aires, contando ainda com o apoio dos Ministérios da Saúde e da Educação. Estão engajadas empresas como Monsanto, Basf, Bayer, Dow AgroSciences e Syngenta, entre outras.

As escolas públicas da capital argentina distribuíram aos estudantes, no último dia 22 de Abril, uma nota que deveria ser entregue e assinada pelos pais autorizando a participação na iniciativa. O primeiro passo inclui a avaliação de “uma série de perguntas sobre hábitos de alimentação" e medição de peso, altura, circunferência de cintura e pressão arterial.

Uma das primeiras campanhas do “Minha Escola Saudável” foi pelo incentivo ao consumo de água: “A água é melhor”, dizia um panfleto que estampava o desenho de uma criança com um copo na mão. Outras iniciativas incentivavam a prática de exercícios físico e a higiene pessoal.

O conselho de administração do ILSI é encabeçado por um membro da Monsanto, e inclui médicos da Nestlé, Pepsi e Coca-Cola. As conferências desta organização são patrocinadas pela empresa multinacional de biotecnologia e também pela Bayer, Dow AgroSciences, DuPont y Syngenta.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink