Encerrado prazo para comunicar vacinação contra aftosa em MT

Agronegócio

Encerrado prazo para comunicar vacinação contra aftosa em MT

O balanço com o percentual de animais imunizados deve ser divulgado até esta quarta-feira
Por:
6 acessos

Terminou nessa segunda-feira (11-06) o prazo para os pecuaristas comunicarem a vacinação do rebanho ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). Durante todo o dia, o movimento foi intenso no escritório do Indea em Rondonópolis. A média diária de atendimento praticamente dobrou em relação ao início da segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O balanço com o percentual de animais imunizados deve ser divulgado até amanhã.

Nessa segunda-feira, o movimento foi acima do normal devido ao feriado da semana passada. Até o fim de maio, apenas 47% das propriedades rurais da cidade tinham entregado o certificado de imunização dos animais ao Indea. Rondonópolis possui em torno de 1,7 mil fazendas com animais cadastrados no órgão. Destas, apenas cerca de 800 já haviam entregado o certificado de vacinação. Outras 900 propriedades ainda precisavam encaminhar as informações.

Nas 16 cidades da Região Sul atendidas pelo escritório do Indea em Rondonópolis, o índice de imunização chegou a 52% até o fim de maio. Das 2,5 mil propriedades rurais existentes nestes municípios, cerca de 1,3 mil já tinham comunicado a vacinação do rebanho. A expectativa do Indea é que nesta fase tenham sido imunizados cerca de 125 mil animais de zero a 24 meses na cidade. Na Região Sul, 1,037 milhão de cabeças devem ter recebido a dose da vacina.

Os pecuaristas que não comunicaram a imunização do rebanho até ontem poderão ter a ficha cadastral suspensa pelo dobro de dias que demoraram para informar ao Indea que os animais já tinham recebido a vacina, sendo que o prazo mínimo é de 30 dias. Com isso, o criador fica impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA), bem como de colocar o gado em leilão ou fazer qualquer outro tipo de comercialização.

Primeira etapa:

Na primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa deste ano, realizada em fevereiro, a Região Sul do Estado conseguiu o melhor índice de imunização da história com a vacinação de 98,01% do rebanho. No ano passado, nesta mesma fase, 95,25% dos animais tinham sido vacinados – o que significa que houve um avanço de 2,9% na taxa de imunização no período.

Em Rondonópolis, o índice de vacinação foi de 97,45% na etapa de fevereiro. De acordo com dados do Indea, das 46,881 mil cabeças de gado criadas no Município, 45,684 mil receberam a dose de vacina até o dia 10 de março, quando venceu o prazo legal. No ano passado, na mesma fase da campanha, 95,75% do rebanho havia sido imunizados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink